Faleceu o advogado e professor Haroldo da Costa Andrade

    0
    319
    Em 2013, ele foi homenageado em um jogo da Vargeana

    O advogado e professor vargengrandense Haroldo da Costa Andrade faleceu no último sábado, dia 29 de agosto, em Belo Horizonte (MG), aos 89 anos. Dr. Haroldo era muito conhecido pela sua oratória e por se tornar referência no direito penal. Foi um dos sócios-fundadores do Centro Educacional de Formação Superior (Cefos), entidade mantenedora das Faculdades Milton Campos. Em Vargem Grande do Sul, foi professor de matemática da Escola Estadual Alexandre Fleming e um dos colaboradores da Gazeta de Vargem Grande.
    Nascido em 18 de maio de 1931, Dr. Haroldo era filho de Maria da Costa Andrade, a Dona Cotinha, e de José Hygino de Andrade, o conhecido Juca Dentista, como lembrou a diretora de Cultura e Turismo, Márcia Aparecida Ribeiro Iared. Ele deixou a esposa Leda, os filhos Haroldo Filho, Vera, Paulo, Marcelo e Gustavo, dentre vários netos.
    De acordo com Mario Poggio Junior, estudioso da história da cidade, Dr. Haroldo era professor de matemática e juntamente com sua irmã, Dona Anésia Andrade Cossi, organizou o curso de admissão para ingresso na Escola Alexandre Fleming, o antigo ginasial. Em 1961, se graduou pela Universidade Federal de Minas Gerais (1961) e possuía doutorado em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais (1997). Conforme seu currículo na Plataforma Lattes, tinha experiência na área de Direito, com ênfase em Direito Penal, atuando principalmente nos seguintes temas: criminologia, direito penal, sursis, delinquência e direito penal. Era Secretário Geral do Centro Educacional de Formação Superior, mantenedora das Faculdades Milton Campos.
    A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) de Minas Gerais, emitiu nota de falecimento, lamentando a morte de Dr. Haroldo, assim como a Faculdade Milton Campos, além de seus familiares, amigos e escritórios de advocacia.
    Márcia Iared, destacou a biografia de Dr. Haroldo e lembrou de seu amor por Vargem. “Foi um dos mais brilhantes oradores que conheci e nos presenteou com sua oratória na festa comemorativa do cinquentenário do Alexandre Fleming, no ano 2000. Mesmo distante, nunca deixou de ter uma casa montada em nossa cidade que frequentou sempre que pode com sua esposa Leda. Nossas condolências a família”, publicou em seu perfil no Facebook.
    Mario Poggio Junior também lembrou de seu trabalho no Direito. “Era um advogado muito conceituado em Belo Horizonte, atuava no Tribunal do Júri, inclusive fez plenários do Júri em Vargem”, recordou.
    Dr. Haroldo também era colaborador da Gazeta de Vargem Grande, onde publicou inúmeras crônicas, ensaios e recordações.
    Seu corpo foi cremado em Belo Horizonte. Neste sábado, dia 5, às 14h, haverá um breve velório em sua homenagem na Câmara Municipal. Em seguida, suas cinzas serão sepultadas no Cemitério da Saudade.

    Fotos: Arquivo Pessoal

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor insira seu comentário
    Por favor insira seu nome aqui