Abertas inscrições para o Guri

0
307
Apresentação do Guri em julho de 2019. Foto: Gazeta
Apresentação do Guri em julho de 2019. Foto: Gazeta

As manifestações de interesse para novos alunos do Projeto Guri tiveram início no dia 1º, e seguem até o dia 30 deste mês. As inscrições estão acontecendo de maneira online para os polos de ensino do interior e litoral de São Paulo.
Ao todo, são 30 cursos gratuitos de música para crianças, adolescentes e jovens de 6 a 18 anos incompletos. O polo de Vargem conta com 179 vagas disponíveis, onde são oferecidos os cursos de clarinete, contrabaixo, coral juvenil, eufônio, flauta transversal, iniciação musical, percussão, saxofone, trombone, trompete, tuba, viola, viola caipira, violão, violino e violoncelo. Há disponibilidade de matrículas para todos os cursos.
Para ingressar no Projeto Guri, o interessado deve ter entre 6 e 18 anos incompletos e estar regularmente matriculado na escola. Não é preciso ter conhecimento prévio de música, nem possuir instrumentos ou realizar testes seletivos.

Retorno
A coordenadora do polo de Vargem, Maria Rita Carossi Multini explicou como será a retomada das aulas. “O início das aulas presenciais está previsto para o dia 7 de outubro, conforme calendário proposto pelo Governo no Plano São Paulo, apenas se todas as regiões do Estado se encontrarem na fase amarela nos 28 dias que antecedem essa data”, disse.
“A volta às aulas presenciais também terá que ser autorizada pelo poder público de cada uma das cidades. Além disso, todas as medidas de segurança estão sendo tomadas, visando a saúde e o bem-estar dos alunos, familiares, empregados, empregadas e comunidade”, completou.
Segundo Maria Rita, desde que o Governo de São Paulo decretou o fechamento das escolas por conta da pandemia, o polo de Vargem trabalhou enviando as atividades por meio do WhatsApp às famílias.
“Os alunos recebem estas atividades educacionais e artísticas quinzenalmente, com o intuito de não perderem o cronograma das aulas. Os profissionais também ficam à disposição das crianças e adolescentes, para esclarecimento de pequenas dúvidas e orientações, por meio de grupos criados no WhatsApp que contaram, ainda, com a participação da coordenação do polo e um familiar de cada grupo”, contou.

Inscrições
Cerca de 250 alunos fizeram as rematrículas, de acordo com a coordenadora. Para fazer a inscrição nos cursos disponíveis, o responsável deve acessar o link www.projetoguri.org.br/matricula2020 e preencher as informações com a identidade do aluno, com nome completo, data de nascimento e número do RG ou certidão de nascimento, endereço, informar se pertence ao grupo de risco da Covid-19 e informar se o aluno ou aluna possui deficiência auditiva.
O responsável deve ainda colocar um telefone para contato, e-mail, escola em que o aluno estuda, identidade do responsável, informar o polo e o curso de interesse, sendo dois deles, e ler a autorização do uso de imagem. Após o preenchimento, o responsável irá enviar o número de protocolo referente ao processo será gerado.
Segundo o informado, após isso, a coordenação do polo escolhido entrará em contato com o responsável para confirmar a matrícula no curso indicado e dará as instruções para envio dos documentos. O responsável irá receber um link com o questionamento social, que deve ser preenchido e enviado, com o objetivo de que as equipes conheçam as demandas dos matriculados e tracem planos estratégicos com o perfil de cada turma.
Para mais informações sobre o polo de Vargem, o telefone é (19) 3641-5441. O funcionamento do polo é na Rua Prudente de Moraes, nº 658, no Centro, de terça à sextas-feiras, das 8h às 11h e 13h30 às 17h30.


Na prática

Vitor é aluno do Guri há cinco anos. Foto: Arquivo Pessoal

Vitor Leoncio Bartalini, de 13 anos, é aluno do Projeto Guri, no polo de Vargem Grande do Sul. Ele contou que foi difícil o período sem aula presencial, devido a pandemia. “Mas eu continuo treinando e tentando evoluir cada vez mais”, disse.
Ele toca saxofone e canta no coral do Guri há cerca de cinco anos e ainda está tentando aprender a tocar violão sozinho. O aluno contou que está ansioso para voltar às atividades, porém também não sabe quando isso irá acontecer.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui