Área queimada em Vargem é estimada em 85 alqueires

0
164
Prefeitos da região e representantes do Estado debatem resultado da operação

Durante mais de uma semana, incêndios de grandes proporções se alastraram por Vargem Grande do Sul. De acordo com Melissa Ranzani, diretora do Departamento de Meio Ambiente, a estimativa da área total queimada é 85 alqueires, entre a mata nativa, que é a Mata Atlântica, e pasto de propriedades rurais.
Ela informou que o maior foco, sozinho, consumiu 80 alqueires, sendo o que teve início na Serra da Mantiqueira e expandiu até a estrada do Perobá. Os outros incêndios, segundo Melissa, onde dois foram mais graves e outros de menor monta, queimaram mais cinco alqueires, totalizando os 85 estimados.
O engenheiro agrônomo Ciro Manzoni informou que como 85 alqueires é equivalente a cerca de 200 hectares, estima em um pouco mais a área total atingida, se for calculado ainda as queimadas das estradas que liga Vargem a São Sebastião da Grama e a São Roque.

Fazenda Império
Na quarta-feira, dia 16, um incêndio de grandes proporções atingiu a Fazenda e Haras Império, entre Vargem e Grama. As chamas levaram 14 horas para serem controladas. Foi necessário o apoio de dois helicópteros Águia da PM, que jogavam água retirada de açudes da região, além do trabalho da GCM, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Bombeiros Civis e muitos voluntários, para que os focos fossem debelados.

Operação encerrada
A operação montada pelo Corpo de Bombeiros na região foi encerrada na quarta-feira, dia 13, durante reunião na prefeitura de São João da Boa Vista, com a presença do Coronel Harley do Corpo de Bombeiros, dos prefeitos de São João da Boa Vista, Vargem Grande do Sul e Águas da Prata. Na ocasião, esteve presente também o subcomandante da Guarda Civil Municipal (GCM) e coordenador da Defesa Civil de Vargem, Rogério Bocamino.
De acordo com o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB), em uma publicação em sua página no Facebook, os helicópteros foram deslocados para outras regiões do estado, bem como o efetivo excedente dos bombeiros.
O prefeito pontuou que é necessário ações preventivas dos proprietários rurais, dos prestadores de serviços e da população em geral para que incêndios sejam evitados, pois agora cada município conta apenas com seus respectivos recursos no combate.
Ele agradeceu a toda mobilização do Corpo de Bombeiros, Defesa Civil do Estado, os helicópteros Águias da Polícia Militar, aviões, Polícia Ambiental, Guarda Municipal, proprietários rurais, voluntários e anônimos pelo excepcional trabalho realizado até o momento.

Prefeitos da região e representantes do Estado debatem resultado da operação. Foto: Reprodução Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui