Pelo caminho dos Bandeirantes, continuamos a construir nossa História!

0
209
Pe. Denis Aparecido Crivelari, da Paróquia de Sant'Ana

Pe. Denis Crivelari – Paróquia Sant’Ana
O ser humano é um ser histórico. A história é feita de pessoas que cravaram para sempre — pelos mais variados motivos — os nomes nos livros didáticos e até hoje estampam rostos e corpos em estátuas e bustos. Esses olimpianos, de fato, acabam se tornando referência para/de um povo. Mas a história de uma sociedade não existe sem o individual inserido no coletivo.
A construção do processo histórico vai muito além desses que se tornaram personagens principais do passado. Dessa forma, a memória de um povo se faz fundamental para a construção de sua própria formação, identidade e história. Afinal, qual o sentido de se contar o que passou? Por que relembrar?
Relembrar a história de uma cidade é poder atualizar a história que não se perde no tempo. Mas a cada novo contar ganha vida e nos enche de encanto. Vargem Grande do Sul originou-se de um antigo povoado, surgido à margem da rota bandeirante – a antiga estrada Boiadeira ou Francana – percorrida pelas Bandeiras no século XVII, em busca das minas de ouro de Goiás. A primeira alusão à existência desse povoado data de 1832, denominando-se o local de Várzea Grande, situado em terras da sesmaria do sargento-mor José Garcia Leal, residente em Mogi Mirim. Esta sesmaria abrangia a Serra da Fartura até Pirassununga e de Casa Branca até São João da Boa Vista e Aguaí.
Entre os anos de 1825 e 1874 a sesmaria dos Garcia Leal sofreu diversas divisões, dando origem a dezenas de fazendas e sítios, fazendas estas que se transformaram em povoados, um deles, o Bairro da Porteira, futura Vargem Grande do Sul.
A data oficial de fundação do município remonta a 26 de setembro de 1874. Em 1906, Vargem Grande do Sul é elevada à categoria de Vila. É também nesse período (fim do século XIX e início do século XX) que começam a chegar os imigrantes, os quais viriam a compor a maior parte de sua população. Sua emancipação política se dá em 24 de fevereiro de 1922, com a eleição do primeiro prefeito municipal, Capitão Belarmino Rodrigues Peres. Em 1969 é instalada a Comarca de Vargem Grande do Sul. O nome de Vargem Grande do Sul foi dado ao município em 1944, pelo Decreto Lei 14.344.
Hoje, 146 anos após a fundação oficial do município continuamos a escrever nossa história, como cantamos em nosso Hino Nacional “de um povo heroico, o brado retumbante”. É a história de um povo que não se perde no tempo. E a cada nova vida que nasce nessa terra ressurge a esperança de que essa mesma história seja levada com orgulho às futuras gerações que se alegrarão por fazer parte dessa terra que surgiu à margem da rota bandeirante, a antiga estrada Boiadeira. Hoje somos esses “novos bandeirantes” que não estamos somente de passagem por essas terras, não estamos indo em direção às Minas Gerais a procura de ouro. Pelo contrário, já encontramos o nosso tesouro, a nossa pérola, que se encontra incrustada aos pés da Serra Mantiqueira.
Que a senhora Sant’Ana interceda por essa cidade. Parabéns Vargem Grande do Sul, por sua história, pelo seu povo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui