Sicredi sorteia R$ 500 mil no Dia Mundial da Poupança

0
194
Lucas, de Casa Branca, ganhou R$ 500 mil. Foto: Divulgação

Neste sábado, dia 31, mesma data em que se celebra o Dia Mundial da Poupança, modalidade de investimento mais tradicional entre os brasileiros, o Sicredi realiza um sorteio de R$ 500 mil entre seus associados. A premiação especial faz parte da campanha “Poupar e Ganhar” e já contemplou mais de 135 pessoas.
Ao todo, a ação realizada nos estados do Paraná, São Paulo e Rio de Janeiro distribuirá R$ 2,5 milhões em prêmios, em sorteios semanais de R$ 5.000, além de dois grandes sorteios: este de R$ 500 mil e outro R$ 1 milhão no fim da campanha, em dezembro.
Para participar da promoção que basta o associado depositar de R$ 100,00 na poupança e a cada depósito neste valor o associado ganha um número da sorte para concorrer aos prêmios.
Se as aplicações forem na modalidade poupança programada, quando o poupador autoriza, todos os meses, o depósito de forma automática em sua poupança, as chances dobram com dois números da sorte para concorrer.
A visualização dos cupons e a conferência dos ganhadores da campanha estão disponíveis no site: http://www.sicredi.com.br/promocao/poupareganharsemparar/.
“Para muitas famílias, o planejamento financeiro começa com a poupança. É importante incentivar o hábito de economizar em prol da realização de metas traçadas a médio e longo prazos. E a poupança é uma excelente opção para este objetivo. Dá previsibilidade ao investidor, não tem taxas ou impostos e ajuda a fortalecer a cultura de economizar com frequência e constância. Além disso, ter uma reserva financeira ajuda em períodos de incerteza econômica, como o que enfrentamos agora”, analisou a gerente de Desenvolvimento de Negócios da Central Sicredi PR/SP/RJ, Adriana Zandoná França.

GANHADOR DE 2019
No final da Campanha da Poupança Premiada do ano passado, o ganhador foi um associado da cidade de Casa Branca, na região Centro Leste Paulista. O felizardo foi Lucas Fernando Zanerato, engenheiro agrônomo de 25 anos.

CAPTAÇÃO DA POUPANÇA BATEU RECORDE
Em setembro, a caderneta de poupança voltou a atrair o interesse em meio à pandemia provocada pelo novo coronavírus (covid-19). No mês passado, os investidores depositaram R$ 13,22 bilhões a mais do que retiraram da aplicação, informou o Banco Central no dia 6 de outubro. A captação líquida é 51% maior que a de setembro de 2019, quando os brasileiros tinham depositado R$ 8,72 bilhões a mais do que tinham sacado.
O resultado de setembro é o maior já registrado para o mês desde o início da série histórica, em 1995, e agora a poupança acumula entrada líquida de R$ 137,21 bilhões nos nove primeiros meses do ano.
A aplicação começou o ano no vermelho. Em janeiro e fevereiro, os brasileiros retiraram R$ 15,93 bilhões a mais do que depositaram. A situação começou a mudar em março, com o início da pandemia da Covid-19, quando os depósitos passaram a superar os saques.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui