Conheça os novos vereadores que assumirão em janeiro

0
1847
Maicon (REPUBLICANOS), Parafuso (PSD), Itaroti (PTB), Glaucio (DEM), Danutta (REPUBLICANOS), Magalhães (DEM)

Eles foram eleitos no dia 15 de novembro para comporem o novo Legislativo de Vargem Grande do Sul. Ao todo, seis novos vereadores vão defender os destinos da cidade nos próximos quatro anos. Foi uma boa renovação junto ao Poder Legislativo local que é composto por 13 legisladores e o papel político dos mesmos é de grande importância para o desenvolvimento do município.
Com a finalidade de levar ao conhecimento dos leitores da Gazeta e também da população, o jornal está publicando uma pequena biografia de cada um dos novos eleitos que devem assumir no dia 1º de janeiro de 2021.
O ex-prefeito Celso Itaroti vai assumir novamente uma vaga na Câmara. Ele já foi vereador por mais de uma gestão e também presidiu o Legislativo local. Eleito com 749 votos pelo PTB, Celso Itaroti Cancelieri Cerva tem 62 anos, natural de Vargem Grande do Sul, formado em Direito e delegado de Polícia, já ocupou o cargo de prefeito de 2013 a 2016. Tem bom conhecimento do Legislativo, influência nos bastidores políticos e deve fazer oposição ao prefeito Amarildo Duzi Moraes.
Como responde a cinco ações cíveis na Justiça por desvio de dinheiro público quando prefeito e já foi condenado em Primeira Instância em dois processos, corre o risco de ter seu mandato cassado se for condenado em Segunda Instância. Caso isso ocorra, quem assumirá no seu lugar é a suplente Flávia Carvalho que foi a segunda candidata mais votada do PTB, com 225 votos.
A nutricionista Danutta de Figueiredo Falcão Rosseto tem 33 anos, solteira, mãe de duas meninas gêmeas, foi eleita pelo partido Republicanos com 451 votos e é a única mulher a assumir a Câmara Municipal para os próximos quatro anos.
É a primeira vez que se candidatou, mas na eleição passada sua mãe Cristina Rosseto foi candidata pelo PPS e obteve 206 votos, o que deve ter servido de modelo e a incentivado a disputar o cargo de vereadora. Seu pai, Moacyr Rosseto, há muitos anos ocupa o cargo de diretor de finanças da prefeitura municipal de Vargem Grande do Sul.
Danutta faz constante uso das redes sociais, tem se posicionado a favor da luta pelos direitos das mulheres e certamente renova a Câmara Municipal não só por ser mulher, mas também por ser jovem, dinâmica e antenada com os novos tempos que a sociedade vargengrandense está vivendo. Deve se alinhar às propostas do prefeito Amarildo Duzi Moraes.
Gláucio Santa Maria Gusman, mais conhecido como Gláucio do Moto Táxi, tem 30 anos, casado, natural de Vargem Grande do Sul, tem ensino médio completo e ocupação de motoboy. Foi eleito com 565 votos nesta segunda eleição que disputou para vereador.
Sua campanha teve como principal fator, a luta pelos animais e a participação na construção do prédio da Clínica Veterinária “Antônio Bertoloto”, cuja verba de R$ 300 mil foi conseguida junto ao deputado estadual Bruno Ganem do Podemos, partido que pouco antes da eleição, Gláucio era filiado. Com bom trânsito junto ao prefeito Amarildo Duzi Moraes, não deverá criar empecilhos à administração municipal.
Terceiro mais votado na eleição para vereador, o candidato do DEM, Hélio Magalhães Pereira, mais conhecido como Magalhães, 41 anos, é policial militar, casado, natural de Catanduva, tem o ensino médio completo e foi eleito com 957 votos.
Sua campanha foi de apoio à candidatura do prefeito Amarildo Duzi Moraes e assim deve continuar nos trabalhos na Câmara Municipal. Bem articulado junto a deputados estaduais e federais ligados à sua área de atuação, sua votação surpreendeu e deve pautar seus trabalhos por mais segurança junto aos munícipes.
Ligado à bancada evangélica, o candidato Maicon do Carmo Canato foi o terceiro vereador eleito pelo partido Republicanos. Empresário que trabalha no ramo de gás de cozinha e água, com sua empresa localizada na Vila Polar, teve o apoio dos evangélicos e foi eleito com 417 votos. Casado, 29 anos, nascido em Vargem, tem ensino médio completo e segundo informa na rede social, também atua junto a vários projetos sociais. O novo vereador deve se alinhar com o prefeito nos embates que acontecer na Câmara Municipal.
Muito popular nos bairros localizados acima do asfalto, principalmente no Jd. Dolores e Santa Marta, João Batista Cassimiro, mais conhecido como Parafuso foi eleito pelo PSD com 431 votos. Tem 55 anos, embora tenha se elegido junto ao partido do candidato José Carlos Rossi, Parafuso teria comentado que a maior parte do seu eleitorado votou em Amarildo, inclusive pessoas próximas a ele e não deverá fazer oposição ferrenha ao prefeito, mesmo tendo ligações com Celso Itaroti, que também vai ser seu colega de Câmara.

Fotos: TSE

Parafuso (PSD)
Celso Itaroti (PTB)
Gláucio (DEM)
Danutta (REPUBLICANOS)
Maicon Canato (REPUBLICANOS)
Magalhães (DEM)

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui