Suspenso racionamento de água

0
196
Volume de água da barragem foi melhorando ao longo da semana. Foto: Reportagem

Durante entrevista concedida ao jornal Gazeta na quinta-feira, em seu gabinete, ao abordar a questão da água o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) afirmou que está suspenso o racionamento de água.
Em setembro, com o nível das águas caindo todo dia no reservatório, a represa já apresentando sinais críticos, Amarildo decretou “Estado de Alerta de Desabastecimento de Água”, que entrou em vigor no dia 28 de setembro, vigorando por 60 dias.
A reportagem da Gazeta fez várias matérias a respeito da seca, mostrando a cada semana como o nível da água estava baixando na represa Eduíno Sbardellini, chegando por volta do dia 10 de novembro em 1,33m, um dos mais baixos já registrados no local.
Uma grande faixa de areia adentrava a represa e era visível as marcas deixadas pelo esvaziamento da represa junto ao paredão onde está localizada a captação de água.
Nesta semana, o nível ainda continua baixo, cerca de um metro e ainda aparecem muitas manchas de areia por toda a represa, mas como entrou o período chuvoso na região Sudeste que vai de outubro até março, segundo o prefeito, foi decidido suspender o racionamento.
A reportagem do jornal procurou entrar em contato com o superintende do SAE, Klabin Dei Romero, mas não foi possível entrevistá-lo a respeito. Klabin tem acompanhado diariamente o nível da represa e já tinha informado ao jornal que caso as chuvas este mês fossem suficientes, com o reservatório voltando a recuperar seu nível tradicional, poderia haver a suspensão do racionamento. Caso as chuvas não fossem suficientes, o racionamento de seis horas, segundo Klabin, poderia se estender para mais horas, o que não foi necessário.
Apesar de suspenso o racionamento de água, muitos bairros da cidade ainda sofrem com a falta de água devido às precárias condições de algumas redes e também à falta de reservatórios suficientes em alguns bairros da cidade. Com os R$ 10 milhões de investimentos que o SAE irá fazer e que foram anunciados pelo prefeito Amarildo Duzi Moraes, serão construídos cinco novos reservatórios e também três novas adutoras, o que deve contribuir para diminuir consideravelmente o problema de falta de água que acontece em vários bairros da cidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui