Grupos de apoio relatam desafios no atendimento durante a pandemia

0
234
Membros do grupo de Vargem com Mara Menezes, cofundadora do AE no Brasil

Após meses parados devido à pandemia do novo coronavírus, causador da Covid-19, o Grupo Narcóticos Anônimos (NA) de Vargem Grande do Sul, que ajuda homens e mulheres a se manterem sem uso de drogas, retomou as reuniões semanais em outubro. Desde então, segue com os atendimentos na Capela Santa Edwirges, na Vila Santana, às quartas-feiras, às 20h.
O tesoureiro do grupo, Emerson Francisco de Souza, é também um dos frequentadores mais antigos do projeto. Ele contou que o NA permaneceu fechado até outubro, mas quando outros grupos reiniciaram os atendimentos, decidiram reabrir as salas, tomando os cuidados necessários, como uso de álcool gel e máscaras.
Emerson falou sobre a presença dos participantes do Narcóticos Anônimos durante a pandemia. “A frequência caiu bastante, estamos com uma média de sete ou seis membros por reunião”, disse.
No entanto, a expectativa é de que cheguem mais integrantes. “Estamos sempre nessa expectativa, porque várias pessoas saem de clínicas e não procuram um grupo de apoio, que é o sugerido”, explicou.

Alcoólicos Anônimos seguem com encontros pelo WhatsApp
As reuniões semanais do Grupo Alcoólicos Anônimos de Vargem Grande do Sul foram interrompidas pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19) e ainda não foram retomadas. No entanto, os frequentadores seguem com reuniões via WhatsApp.
O Alcoólicos Anônimos é uma rede de apoio para homens e mulheres que desejam manter a sobriedade, através da abstinência total de ingestão de bebidas alcoólicas

Amor Exigente parou com as reuniões semanais
Outro projeto para auxiliar os vargengrandenses é o Grupo Amor Exigente, um programa de auto e mútua ajuda, que desenvolve preceitos para a organização da família. Desde 1984, o Amor Exigente atua como apoio e orientação aos familiares de dependentes químicos e também para pessoas com comportamentos inadequados. Geralmente, o grupo se reúne às segundas-feiras, das 20h às 22h, no Centro Pastoral São Benedito, à Rua Prudente de Morais, nº 521. De acordo com a coordenadora de Vargem Grande do Sul, Cleide Patrocínio, os preceitos são praticados por meio dos 12 Princípios Básicos e Éticos, da espiritualidade e dos grupos de auto e mútua-ajuda.
“Que através de seus voluntários, sensibilizam as pessoas, levando-as a perceberem a necessidade de mudar o rumo de suas vidas e do mundo, a partir de si mesmas”, disse.
Cleide contou que as reuniões foram suspensas devido a pandemia da Covid-19 e os atendimentos estão sendo realizados através de grupo no aplicativo WhatsApp, com leituras e link de palestras. “Estamos esperando a vacinação, devido termos também vários idosos no grupo”, explicou. Segundo ela, com a pandemia aumentou muito a procura, uma vez que no período elevou os casos de uso abusivo de álcool e outras drogas, além de violência doméstica, que na maioria das vezes está ligada ao uso de drogas lícitas e ilícitas.
A coordenadora pontuou que estão tentando orientar para a família por telefone também. “E estou aguardando, assim que começar irei entrar em contato com cada um que nos procura”, falou. A volta das reuniões também será divulgada na página da rede social Facebook, a Amor Exigente – Grupo Esperança Vgs.

Membros do grupo de Vargem com Mara Menezes, cofundadora do AE no Brasil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui