Em Aguaí, idoso é agredido e acaba matando enteado

0
863
Luiz levou golpes na cabeça com rastelo e não resistiu aos ferimentos. Foto: Noticias Policiais

A noite de domingo, dia 24, foi marcada por uma tragédia, em Aguaí. De acordo com o informado pela Polícia Militar, um aposentado de 74 anos relatou aos policiais que após sofrer agressões por parte do seu enteado de 52 anos, foi se defender a acabou o golpeando com um rastelo de jardim. A vítima chegou a ser socorrida, mas não resistiu aos ferimentos.
Conforme os dados passados pela Polícia Militar à imprensa, havia passado das 19h, quando a equipe formada pelos cabos Ataíde de Moura Zago e Alan David Neves foi acionada para atender a ocorrência no Jardim Nova Aguaí.
Pelo local, encontraram o aposentado Moacir Garcia Romeiro que relatou que estava com seu neto de sete anos deitado na cama dormindo, quando seu enteado Luiz Marcelo Alves Pereira chegou. De acordo com o informado aos policiais, Luiz seria viciado em drogas e bebidas. Ele chegou alterado, pegou as panelas de comida que estavam no fogão e jogou no chão e chutou.
Quando a vítima foi esmurrar a geladeira, Moacir o segurou e ele caiu, em seguida falou que iria chamar a polícia, pegando o celular e saindo para o corredor no quintal para ligar, mas acabou não fazendo a ligação. Quando a criança acordou, começou a chorar pedindo para sair. Moacir entrou novamente e relatou que Luiz lhe deu um murro na cara, momento em que pegou um rastelo que estava encostado na parede e golpeou o enteado, que quis correr, mas recebeu outro golpe com o rastelo, caindo ao chão.
De acordo com o informado pela Polícia Militar, o aposentado relatou que não soube precisar quantos golpes acabou desferindo. Ele então pegou seu neto e o levou até a casa de uma conhecida e retornou para sua residência, acionando a Polícia Militar.
O aposentado contou ainda que a vítima sempre o agrediu, bem como sua falecida esposa, que inclusive já foi preso por isso, porém que estava arrependido. Os policiais assim que entraram na casa encontraram a vítima caída ao chão, desacordada, com ferimentos na cabeça. Foi acionado o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que socorreu a vítima ao Pronto Socorro Municipal, mas devido à gravidade das lesões Luiz foi remanejado para a Santa Casa de São João da Boa Vista em estado gravíssimo.
O aposentado foi apresentado ao plantão da Polícia Civil de São João da Boa Vista, onde foi preso, sendo recolhido à cadeia pública. Luiz não resistiu aos ferimentos e acabou morrendo na segunda-feira, dia 25.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui