Acades é reconhecida como entidade de utilidade pública

0
1018
Plantio de mudas é uma das ações da Acades. Foto: Arquivo Gazeta

A Câmara Municipal de Vargem Grande do Sul aprovou o projeto de lei de autoria do vereador Canarinho (PSDB) que declara de utilidade pública a Associação Cultural e Ambiental de Desenvolvimento Sustentável (Acades), uma entidade sem fins lucrativos e que tem natureza jurídica de Associação Privada, relacionada a atividades de organizações associadas à cultura e arte.
Atualmente, a Acades desenvolve três projetos: o Focinho Geladinho, que atende animais em estado de risco ou com necessidades específicas; Tijolada Cultural, que com viés cultural, tenta ocupar espaços públicos, dar voz, palco e tela para artistas municipais e regionais; e Plantando Sementes, que cria ações de conscientização e participação da sociedade nas necessidades ambientais.
A Acades tem cerca de três anos de atuação e contabilizou mensalmente cada um dos projetos, portanto, mais de 1.500 animais já foram auxiliados em diversas situações, sendo entre eles abandono e perigo; realizou cinco intervenções artísticas que já movimentou mais de 500 artistas; plantou, administrou e cuidou de mais de 500 árvores no município; realizou em conjunto com a Secretária do Meio Ambiente mais de três eventos sendo a única associação com viés ambiental na cidade.
Melissa Ranzani, responsável pela Acades, contou que o título habilita a entidade a participar da seleção das associações interessadas em executar um tipo de serviço específico, através dos projetos e propostas apresentadas, onde poderá ser contemplada com verbas destinadas para o desenvolvimento dos projetos específicos apresentados. “Por exemplo, se uma verba é destinada para a recuperação de áreas degradadas, as entidades com viés ambiental reconhecidas com o título de utilidade pública poderão submeter seus projetos, onde a melhor proposta escolhida será beneficiada com a verba para a execução do projeto apresentado”, explicou.
Melissa falou também que os três projetos já existentes continuarão sendo exercidos, mas o que se espera é expandir o Plantando Sementes com a realização de oficinas de educação ambiental em parceria com outras entidades locais, além de aguardar verbas municipais destinadas para castração de animais, para a melhoria desse serviço intermediado pelo Focinho Geladinho.

Plantio de mudas é uma das ações da Acades. Foto: Arquivo Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui