Novas possibilidades

0
606

A falta de opção de lazer para jovens, em especial adolescentes, em Vargem Grande do Sul é um tema que merece ser debatido. Se durante a semana, muitos estudam, trabalham e tem os dias ocupados, ao final de semana, não há nada.
Foi-se o tempo em que aos sábados à noite eram preenchidos com os bailes ou brincadeiras dançantes em clubes como a SBB, o XXI de Abril, o Clube Vargengrandense. Hoje, quem tem recursos financeiros pode se divertir em baladas em cidades da região, reunir um grupo de amigos e alugar uma chácara para um churrasquinho.
Quem não tem essa possibilidade e acaba procurando diversão pela cidade, não encontra muita coisa. O resultado é o aumento considerável de pessoas que procuram a Rua do Comércio nas noites do final de semana como ponto de encontro. Com tanta gente assim pela via, carros com som alto, pedestres transitando pela rua com o risco de acidentes, e até mesmo ocorrência de tráfico de drogas, têm sido constante.
Outro ponto é o aumento de festas organizadas em chácaras próximas à cidade. O problema é que em muitas vezes, essas festas ocorrem sem seguir as normas de segurança, sem alvarás, sem uma estrutura adequada. Pode parecer exagero exigir laudo de bombeiro para uma festa assim, mas dado ao risco de acontecer algum problema, toda medida é válida.
No entanto, é indiscutível que a burocracia pode encarecer a festa e inviabilizar o evento. É preciso buscar maneiras de fazer dar certo, manter mais parcerias, inclusive com o poder público. Buscar apoio da Polícia Militar com orientações para a segurança, com a Justiça, para permitir o ingresso de adolescentes sem expô-los a riscos. O caminho não é fácil, mas pode ser recompensador.
O poder público também pode atuar nesse sentido. Incentivar eventos culturais nos bairros da cidade com maior frequência e apoiar os muitos talentos que existem em Vargem. Uma possibilidade é levar um caminhão palco em pontos diferentes do município. A prefeitura entra com a estrutura e os grupos organizam as apresentações.
Também não se pode esquecer toda a contribuição do Tijolada Cultural nesse sentido. Um movimento que mostrou que os talentos de Vargem estão aí e que só precisam de um palco e apoio para mostrá-los. Além disso, a conclusão do Espaço Mais Cultura se torna cada vez mais premente. Quem sabe se ele já estivesse em atividade, toda esta questão já teria sido superada.
Investir em educação, esporte e cultura é oferecer aos jovens a oportunidade de canalizar sua energia, potencializar seu talento e construir seu protagonismo. Vargem só tem a ganhar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui