100 anos da Sociedade Espanhola

0
522

Os cem anos da Sociedade Espanhola foram celebrados na última sexta-feira, dia 12 de outubro. O evento foi realizado na Escola de Música Manoel Martins, cujo prédio foi inaugurado em 1918 para receber a sede da Sociedade Espanhola.

A diretora de Cultura Márcia Iared ressaltou a importância dos imigrantes espanhóis para o desenvolvimento de Vargem Grande do Sul. Na solenidade, o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) carregou a bandeira do Brasil e Reneu Zamora, descendente de família espanhola, carregou a bandeira da Espanha.

A Orquestra Jovem, comandada pelo maestro César, recebeu os convidados, muitos deles, descendentes destas famílias. A diretora de Cultura, Márcia Iared, deu início à programação cultural, homenageando monsenhor Celestino Garcia, pároco da cidade durante 50 anos. A Banda Luma também se apresentou, com o hino original do Rocio, durante a procissão de Nossa Senhora do Rocio.

O Grupo da Cultura e alguns descendentes apresentaram números da tradição espanhola, com música, danças flamencas e na apresentação de castanholas.

Entre as homenagens da noite, Cristina Sbardelini Peres e Antônio Carlos do Patrocínio Rodrigues em memória de Belarmino Peres, um dos primeiros imigrantes que foi o primeiro prefeito de Vargem Grande do Sul.

Recebeu também flores, dona Geni Martins, primogênita do imigrante e músico Manoel Martins. Também recebeu um diploma de Honra ao Mérito, o ex-prefeito Celso Ribeiro, representado pela sua esposa Micaela, pela recuperação do prédio abandonado em sua gestão.

“Temos certeza que neste dia muito honramos o passado, repaginamos o presente e resta a esperança que os mais jovens possam levar as experiências e emoções desse grande dia, também as novas gerações que virão”, afirmou Márcia Iared.

No site da Gazeta de Vargem Grande, no www.gazetavg.com.br, foram publicadas mais fotos e o artigo da diretora de Cultura Márcia Iared.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui