Mutirão contra dengue começa dia 14

0
763
Todo material inservível que possa acumular água deve ser descartado. Foto: Gazeta

A Prefeitura Municipal de Vargem Grande do Sul, por meio do Departamento de Vigilância Sanitária e Saúde, promove um Mutirão de Limpeza contra o mosquito Aedes aegypti, que transmite a dengue, zika vírus e chikungunya a partir desta segunda-feira, dia 14.

O Departamento de Saúde pediu aos moradores que deixem materiais que possam acumular água nas calçadas de suas casas, pois no decorrer da semana irá passar o caminhão recolhendo esses recipientes, colaborando com a limpeza da cidade. Os materiais são todos aqueles que não servem mais para uso e podem acumular água, como pneus, garrafas, móveis quebrados, entre outros.

Cronograma

O Mutirão começa a partir de segunda-feira, dia 14, no Jardim Santa Marta, Jardim São Cristóvão e Jardim Dolores. Na terça-feira, dia 15, o caminhão irá passar nos bairros Jardim Dolores, Cohab III, Jardim São José, Jardim Ferri, Jardim Novo Mundo, Jardim Cristina I e Jardim Cristina II.

Na quarta-feira, dia 16, o Mutirão vai passar nos bairros Jardim Primavera, Jardim Paulista, Jardim Santo Elcio e Vila Esperança. Na quinta-feira, dia 17, irá coletar os materiais no Jardim Santo Expedito, Cohab I, Cohab IV, Cohab V e Cohab VI.

Na sexta-feira, dia 18, o mutirão recolhe materiais na Vila Santa Terezinha, Jardim Paraíso I, Jardim Paraíso II e Jardim Iracema. No dia 21, irão coletar os materiais na Vila Santana, Jardim São Luis e Jardim São Joaquim. No dia 22, os bairros que vão receber a coleta são Jardim Pacaembu, Jardim Morumby e Centro. No dia 23, a ação atenderá o Centro e Jardim São Paulo.

No dia 24, Jardim Bela Vista, Vila Polar, Residencial Manacás e Residencial Santa Luzia vão receber o Mutirão. No dia 25, o mutirão irá coletar os materiais no Jardim Bela Vista, Jardim São Lucas e Residencial Petúnia. O último dia de Mutirão será no Jardim Fortaleza, Cohab II, Jardim Redentor, Residencial Colina e Residencial Verona.

Dengue

Segundo a prefeitura, o mutirão tem como objetivo manter baixa as estatísticas de dengue na cidade, que em 2018 teve somente três casos confirmados, 23 notificações e nenhum foco no município. Por isso, o Executivo ressalta que é importante manter os terrenos sempre limpos, sem nenhum tipo de material que pode acumular água e servir de criadouro para o mosquito. Além disso, manter os terrenos limpos também colabora para evitar escorpiões.

Precauções

Além da limpeza dos terrenos e descarte dos materiais inutilizáveis, é importante manter as lixeiras sempre fechadas e o lixo dentro de um saco plástico; cuidar dos vasos de plantas que possuem pratinhos, para que não acumulem água, por isso, é importante furá-los, para escoar a água, ou enchê-los de areia; é importante também não deixar água da chuva parada sobre a laje; tampar tonéis, caixas d’água, ou qualquer vasilhame que contenha água; outro cuidado é lavar com frequência os potes de água dos animais de estimação.

Sintomas

A dengue pode apresentar sintomas como febre alta repentina; dor de cabeça; dores musculares; dor nas articulações e atrás dos olhos; fraqueza; vermelhidão no corpo; e coceira.

A diferença para a dengue hemorrágica é que além dos sintomas da dengue clássica, pode haver também confusão mental, agitação ou insônia; perda de consciência; sangramento na boca, nas gengivas e nariz; boca seca e muita sede; dificuldade de respiração; fortes dores abdominais e vômitos intensos; pele pálida, fria e úmida; e pulso fraco.

Todo material inservível que possa acumular água deve ser descartado. Foto: Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui