Morre o coronel Aristides Trevisan

0
1916

Faleceu na terça-feira, dia 28, aos 86 anos, o Coronel da Reserva da Polícia Militar Aristides Trevisan. Seu corpo foi velado no Velório do Cemitério da Saudade até às 6h de quarta-feira e sepultado no jazigo da família, em Piracicaba.
Cel. Aristides foi o primeiro oficial da antiga Força Pública do Estado de São Paulo a comandar o Destacamento Policial de Piracicaba. Também foi diretor do Detran-SP; chefe da Casa Militar do governador Paulo Maluf; chefe da Assessoria Militar do prefeito Jânio Quadros, entre outros postos como comandante do 2º Batalhão da Polícia de Choque; comandante do Policiamento da cidade Mogi das Cruzes; comandante do policiamento da área nordeste compreendendo os municípios de Guarulhos, Arujá, Santa Isabel, Mairiporã, Franco da Rocha, Francisco Morato e Caieiras.
Foi também professor de educação física em vários colégios da rede estadual de ensino e diretor de Colégio Estadual; diretor da ACM; presidente da APE; membro do Conselho Permanente da Justiça Militar e instrutor de vários cursos e departamentos da Polícia Militar do Estado de São Paulo, passando para a reserva em 1991.
Recebeu grandes condecorações como Medalha do Valor Militar, Medalhas do Sesquicentenário da PMESP, Medalha Pedro I, Medalha de Mérito Pessoal de 1º Grau e Cavalheiro da Ordem do Mérito da República Paraguaia.
Deixa a esposa Ana Maria Lasmar Trevisan, a filha Daniela Lasmar Trevisan e os netos Aristides Trevisan Rosseto e Maria Clara Lasmar Trevisan.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui