Moradores se revoltam com morte de passarinhos

0
2454

Atualmente, basta andar pela cidade para se deparar com muitas espécies de passarinhos nos bairros de Vargem Grande do Sul. Canarinhos, pintassilgos, tucanos, várias espécies de rolinhas, coleirinhas, sanhaços, enfim, uma infinidade de pássaros que antes não se viam mais na área urbana.

A população gostou da presença de tantas espécies por perto e passou a tratar com carinho dos bichinhos, colocando água, comida e os protegendo, afinal, existe uma conscientização maior e o rigor da lei sobre maus tratos a animais silvestres.

O artigo 29 da Lei nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998 afirma: “Matar, perseguir, caçar, apanhar, utilizar espécimes da fauna silvestre, nativos ou em rota migratória, sem a devida permissão, licença ou autorização da autoridade competente, ou em desacordo com a obtida: Pena – detenção de seis meses a um ano, e multa”.

Mas, têm pessoas que ainda não se conscientizaram disso e às vezes intencionalmente ou na imprudência, acabam por levar passarinhos à morte. É o que ocorreu no Jardim Paraíso II e revoltou alguns moradores que cuidavam dos passarinhos do local.

Nesta semana, o conhecido Negão do Alho, morador do bairro, ficou indignado com a morte de canarinhos, rolinhas, pardais e outras espécies nas imediações da rua onde mora. Ele postou as fotos dos passarinhos mortos na rede social e também solicitou ao jornal que fizesse uma reportagem a respeito. Também relatou o caso à Guarda Municipal.

Ele desconhece quem está fazendo estas maldades, não sabe se alguém colocou intencionalmente o veneno ou se por descuido ou para outra finalidade, acabou envenenando as aves. Ele pede aos moradores que se conscientizem do quanto a fauna e a flora é importante para todos e pede aos moradores que cuidem e protejam mais os animaizinhos do bairro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui