Vargengrandense tem novo livro lançado no mercado

0
366
Livro pode ser encontrado em livrarias e também em ebook. Foto: Reportagem

A professora de linguística e escritora vargengrandense Elizabeth Maria Fontão do Patrocínio, autora de diversos livros, todos de português para estrangeiros, acaba de ter o livro “Mano a Mano” publicado pela editora britânica Routledge, uma das maiores editoras acadêmicas mundial dentro da área de ciências humanas.
O livro de português para falantes em espanhol foi escrito juntamente com a professora gramense Ana Cecília Cossi Bizon e Leandro Rodrigues Alves Diniz, professor da UFMG. Ana Cecília é professora e pesquisadora na área de Português como Língua Estrangeira/Adicional da Unicamp, onde fez mestrado e doutorado. Beth Fontão é mestre em Linguística Aplicada pela Unicamp e autora de diversos livros didáticos na área de Português como Língua Estrangeira/Adicional. Leandro é professor e pesquisador na área de Português como Língua Estrangeira/Adicional da UFMG, tendo realizado seu mestrado e doutorado na Unicamp.
Em entrevista à Gazeta de Vargem Grande, Beth explicou que são dois volumes, básico e intermediário, impressos no Reino Unido e estão à venda no mundo todo. Também pode ser adquirido no formato ebook, através de sites como a Amazon. O primeiro livro editado por Beth foi o “Fala Brasil”, no final da década de 80. Ele tinha por finalidade ensinar o português para estrangeiros e está na sua 18ª edição. O livro, amplamente utilizado no exterior e no Brasil em escola e universidades, pode ser encontrado também na internet.
Sobre seu mais recente trabalho, Beth afirmou que o português e o espanhol são línguas próximas, mas têm muitas peculiaridades que tornam o aprendizado um tanto quanto difícil e o livro vem contribuir para um melhor entendimento das duas línguas e das culturas envolvidas. “Todos estes livros produzidos, dos quais participei, acredito que contribuíram para um conhecimento melhor por parte dos estrangeiros, não só da língua portuguesa, como tudo que a permeia, como valores e outras manifestações culturais do Brasil”, disse Beth.
A autora deu aulas de português para alunos de vários países, como americanos, coreanos, holandeses, dinamarqueses e nos últimos anos esteve em Cuba, ensinando português para os médicos cubanos que faziam parte do programa Mais Médicos, instalado no Brasil. Em Brasília também ministrou aulas para médicos brasileiros que se formaram em universidades de língua espanhola e precisavam aprimorar o seu português.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui