Ação Social relata demanda cada vez maior

0
160
População tem colaborado com doações, mas pedidos de ajuda aumentaram muito. Foto: Prefeitura

A diretora de Ação Social, Eva Vilma da Silva Rodrigues informou que a procura por cestas básicas tem aumentado muito, cerca de 300% com relação ao período antes da pandemia da Covid-19. Em maio, foram cerca de 400 cestas entregues pela Ação Social e neste mês, cerca de 400.
De acordo com Eva, dificilmente a prefeitura irá conseguir suprir essa demanda sem ajuda. Recentemente a Secretaria de Estado da Pessoa com Deficiência e o Fundo Estadual de Solidariedade enviaram cestas básicas para a Ação Social do município. Além disso, a prefeitura conta com a doação de produtos dos moradores nas campanhas de vacinação contra a Covid e também de empresas e entidades, para complementar as cestas a serem distribuídas à população em risco social.
A diretora pontuou ainda que todos os pedidos de cestas passam por uma triagem feita pela equipe da Ação Social, mas que as entregas não demoram. Eva informou que o morador que estiver precisando do auxílio, deve entrar em contato com a Ação Social, apresentar RG, CPF e comprovante de endereço, para que a solicitação seja analisada. A entrega segue critérios de prioridade.
De acordo com Eva, quando um morador solicita algum auxílio da Ação Social, ele responde a algumas perguntas da assistente social para que seja analisado ainda se a família pode ser incluída em outras iniciativas, como a Frente Social, Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT), ou serviços de Saúde, por exemplo.
Ela solicitou ainda aos vereadores que tiverem algum caso de demora, para entrar em contato com a Ação Social. Eva afirmou ainda que toda equipe do Departamento está à disposição do Legislativo para sanar quaisquer dúvidas.
O Departamento de Ação Social fica à Rua Sete de Setembro, 300, Centro. O telefone é o (19) 3641-6056.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui