Alguns postos oferecem álcool, mas ainda falta combustível na cidade

0
1738
Na sexta-feira, dia 25, as bombas já estavam sem combustível

Nesta segunda-feira, dia 28, a reportagem da Gazeta de Vargem Grande averiguou junto aos postos de combustível da cidade como está o fornecimento de combustível para os clientes, já que o fornecimento está precário devido à Greve dos Caminhoneiros.

No momento da apuração não havia nenhum tipo de combustível nos postos Aquarius e Longuini. No posto São Joaquim havia cerca de 2 mil litros de Diesel S10, mas metade está destinado ao abastecimento das ambulâncias; no posto Avenida havia cerca de 5 mil litros de Diesel e o Etanol estava previsto para chegar ainda nesta tarde; no Posto São Paulo havia Etanol e Diesel, com previsão de reabastecimento de Etanol e esgotamento do Diesel ainda na segunda-feira.

 

Aulas

As aulas nas escolas municipais e estaduais continuam normais, assim como o transporte escolar e urbano (circular).

 

Rodoviária

Já as linhas de ônibus intermunicipais precisaram diminuir horários para que a reserva de combustível dos veículos consigam durar por mais tempo. A linha da Viação Santa Cruz disponibilizou um telefone para que os clientes possam ligar para verificar os horários disponíveis, portanto, a verificação pode ser feita através do telefone da rodoviária de Vargem pelo número (19) 99213-8542 ou pelo número disponibilizado pela Viação 0800 888 0899.

 

Cidade

Os moto taxistas estão fazendo as corridas normalmente e estão mantendo os valores das corridas mesmo que o combustível tenha tido um aumento. O motoboy do Moto Táxi Central conhecido como Chicão falou em entrevista que a maioria das motocicletas do moto táxi são Flex, por isso estão tendo facilidade de encontrar combustível, já que os postos da cidade estão conseguindo reabastecer o etanol. Chicão aproveitou para informar o aumento do preço do combustível em alguns postos da cidade, ele disse que o aumento passou de R$ 1,00 após a greve.

A Prefeitura Municipal de Vargem Grande do Sul também informou que ainda não há previsão de reabastecimento de produtos químicos para o tratamento de água, portanto, alerta para o consumo excessivo de água. A cidade continua em estado de emergência Pública decretado pelo prefeito Amarildo Duzi Moraes na última sexta-feira, dia 25.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui