TRE esclarece boato sobre cadastramento biométrico

0
633
Cartório Eleitoral de Vargem ressalta que o cadastramento biométrico ainda não é obrigatório na cidade. Foto: Gazeta

Nos últimos dias, muita gente recebeu um texto pelo aplicativo de mensagem Whatsapp sobre o prazo para cadastramento biométrico no Cartório eleitoral, falando até sobre multa e cancelamento da Carteira Nacional de Habilitação entre outros. Mas a informação não é verdadeira. Se trata de mais um boato circulando pela Internet.
O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) de São Paulo, divulgou uma nota sobre o boato. Nela, a Justiça Eleitoral esclarece que é falsa a notícia de que os eleitores que não comparecerem ao cadastramento biométrico até 7 de dezembro serão multados em 150 reais.
De acordo com o TRE, em São Paulo, 85 cidades passam pelo cadastramento biométrico obrigatório e o eleitor que não comparecer nos prazos estabelecidos terá o seu título cancelado. Vargem Grande do Sul ainda não tem data para o cadastramento biométrico obrigatório de seus eleitores.
Com o título cancelado, o eleitor não poderá tirar passaporte, tomar posse em cargo público, matricular-se em estabelecimento oficial de ensino e obter empréstimo em bancos públicos, entre outros impedimentos.
Nos demais municípios onde a biometria já foi adotada mas o cadastramento ainda não é obrigatório, como em Vargem, ainda não há prazo final estabelecido para o comparecimento dos eleitores, contudo, a Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores se adiantem e façam sua biometria para evitar filas no futuro.
O boato levou muitas pessoas ao Cartório Eleitoral de Vargem Grande do Sul, para o cadastramento biométrico. O cartório reforçou à Gazeta de Vargem com relação a improcedência da notícia e reafirmou que no município, ainda não há data prevista para a obrigatoriedade do cadastramento biométrico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui