Mais um Carnaval

0
754

Chegou mais uma vez fevereiro e novamente o Carnaval volta às discussões na cidade. A Festa de Momo é uma das maiores expressões culturais do brasileiro e em Varem Grande do Sul, o evento tem gerado debate acalorado há alguns anos.
O desfile na Rua do Comércio, com as escolas de samba da cidade e alguns blocos, que era tão tradicional até o início da década de 1990 foi perdendo fôlego. Mesmo nos Clubes, como a SBB e o antigo Clube Vargengrandense, o Carnaval foi se acabando e hoje é realizado de uma maneira muito menor na própria SBB. O Tênis Clube tem investido na festa e atraído um bom público.
Mas uma festa popular era garantida na Praça da Matriz, com entrada livre, muita festa e animação. O custo, então era todo suportado pela prefeitura municipal, que oferecia a festa, segurança, banheiros químicos, estrutura de palco e a banda para animar os foliões.
Ao atrair uma bom público para a Praça Capitão João Pinto Fontão, acabava levando não apenas famílias e pessoas que estavam lá procurando diversão, mas também muita gente que exagerava na bebida, que usava qualquer parede como banheiro e que causava transtorno para os moradores.
A gestão anterior, buscou investir em um novo formato. Levou o Carnaval para o Recinto de Exposições Christiano Dutra do Nascimento, vendeu camarote, abadás, etc. Buscou fazer um formato encontrado em outras cidades. O resultado foi prejuízo e um público abaixo do esperado.
No último ano de Itaroti, assim como no primeiro ano de Amarildo, não foi realizado Carnaval em Vargem Grande do Sul. A crise econômica nacional e o rombo nos cofres públicos inviabilizaram a folia. Apesar de muita gente ter comemorado o sossego, faltou música, faltou alegria, faltou a energia positiva do Carnaval.
Em 2018, a prefeitura retomou o evento. Mais uma vez, sem priorizar uma festa popular. Seguindo o modelo da Festa da Batata, o Carnaval será realizado por um grupo de entidades assistenciais que contratou uma empresa privada para organizar a folia. A entrada será paga e ainda haverá separação entre pista e camarote. Festa popular mesmo, aberta, sem distinção, sem cordão de isolamento não acontecerá este ano.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui