Licitação para reforma e ampliação da escola Mário Beni já foi feita

0
776
Amarildo explicou a obra em sua página no Facebook. Foto: Reprodução Facebook

A prefeitura vai ampliar e reformar a Escola Municipal Mário Beni, no Jardim Dolores. Em um vídeo postado em sua página no Facebook, o prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB), lembrou que a unidade pertencia à rede estadual de Educação, mas que há alguns anos foi municipalizada.
O prefeito observou que a estrutura do imóvel “destoa da qualidade” das demais escolas do município e lembrou que em seu mandato anterior, de 2009 a 2012, a unidade chegou a ser remodelada, mas que uma parte ficou por fazer.
Amarildo informou que uma nova licitação já foi feita para a reforma e ampliação das salas de aulas que ainda não tinham sido contempladas. De acordo com o resultado do processo de licitação, será gasto aproximadamente R$ 700 mil na iniciativa.
A expectativa do Executivo é dar início ao canteiro de obras em aproximadamente vinte dias. O intuito da reforma, segundo Amarildo, é fornecer mais segurança e especialmente conforto para as crianças que lá estudam.

Creche Dona Cezarina

Foi enviado à Câmara Municipal de Vargem Grande do Sul, no início de maio, um projeto de lei sobre a abertura de Crédito Adicional Especial, com o objetivo de desapropriar a área vizinha da Creche Dona Cezarina, na Vila Santana, e ampliar a creche em pelo menos mais quatro salas de aula a princípio.
A Creche Dona Cezarina possui em torno 100 crianças matriculadas do berçário ao maternal, e sua lista de espera atual é de 72 vagas. De acordo com a justificativa da proposta, a ampliação visa atender a maior parte da demanda existente na região, economizando na contratação de servidores que já prestam serviços na creche.
A área vizinha da creche, segundo informações da prefeitura, pertence à família do ex-prefeito Huber Braz Cossi, tem aproximadamente 1.340 m², e uma avaliação do local foi feita pela prefeitura junto a duas imobiliárias da cidade e o valor avaliado foi de aproximadamente R$ 450 mil.
O projeto de desapropriação ainda passará pelas comissões do Legislativo e será votado pelos vereadores. Uma avaliação de um perito será feita, caso aconteça a aprovação.

Amarildo explicou a obra em sua página no Facebook. Foto: Reprodução Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui