Cresce número de acidentes de trânsito em Vargem

0
554
Cresce número de acidentes de trânsito em Vargem. Foto: Prefeitura

De acordo com dados da Organização Mundial da Saúde (OMS), todos os anos cerca de 1,3 milhões de pessoas morrem vítimas da imprudência ao volante, tendo pedestres, ciclistas e motociclistas como metade das vítimas. Dos que sobrevivem, 50 milhões vivem com sequelas, sendo uma das maiores causas de mortes brasileiras. Acidente de trânsito é ainda o primeiro responsável por mortes na faixa de 15 a 29 anos de idade, o segundo na faixa de 5 a 14 anos e terceiro na faixa de 30 a 44 anos.

Sem campanhas de conscientização, a OMS estima que em 2020, 1,9 milhão de pessoas devem morrer no trânsito e 2,4 milhões em 2030, tendo como principais causas a falta de atenção, a velocidade ultrapassada, ingestão de álcool, desobediência à sinalização, ultrapassagens indevidas e sono.

Em Vargem Grande do Sul, o número de acidentes de trânsito vem aumentando constantemente de acordo com a quantidade de veículos na rua. Segundo o diretor do Departamento de Segurança e Trânsito (Desetran), Flávio Agnoli, a totalidade dos acidentes se dá em razão da imperícia e imprudência dos motoristas. “Não temos conhecimento de acidentes de trânsito por falta de sinalização de via. Se isso estivesse acontecendo, seria muito mais fácil de se resolver, pois é só sinalizar a via e então não aconteceria mais acidentes. Mas o que vem acontecendo é a imperícia e a falta de respeito às leis de trânsito, aos pedestres, aos ciclistas, aos demais condutores e a si mesmo, sendo tudo obrigação do motorista, visto que você só pode ser habilitado se passar por um curso de formação de condutores, então todos temos a obrigação de saber as normas e as leis de trânsito e respeitá-las”, observou Flávio.

O diretor do Departamento de Segurança e Trânsito avaliou que a responsabilidade da maioria dos acidentes em Vargem é atribuída a uma rua, a uma avenida ou a um cruzamento. “Os acidentes acontecem e as pessoas tentam transferir a culpa a uma rua ou a uma avenida, mas um cruzamento não se mexe, o perigo não está nas ruas trafegadas, e sim nos motoristas que não respeitam mais um semáforo, que não param mais nas placas de pare, que não indicam uma mudança de faixa ou uma conversão, no motorista do veículo que está atrás e ultrapassa em local proibido ou que não presta atenção quando o veículo da frente aciona a seta. Então é isso que causa os acidentes de trânsito na cidade: a desatenção”, alega Flávio.

Cresce número de acidentes de trânsito em Vargem. Foto: Prefeitura

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui