Motociclistas: maior parte das vítimas

0
532
Acidente no dia 9 de junho acabou com a morte de Edson Spada

Os mais perigosos acidentes com vítimas em Vargem Grande do Sul envolvem os motociclistas. “Há uma grande quantidade de motos em Vargem e eles andam em maior velocidade, ultrapassam mais e raramente respeitam a sinalização, então a maioria dos acidentem que deixa vítimas envolve os motociclistas”, conta o diretor do Departamento.

O último acidente com vítima fatal em Vargem Grande do Sul resultou na morte de um motociclista. No dia 9 de junho, Eston Spada, de 37 anos, seguia pela rua Batista Figueiredo enquanto o condutor de um Fusca subia a rua XV de Novembro, no centro. No cruzamento das duas vias houve a colisão. Conforme a sinalização existente no local, a preferência é para quem está na rua XV de Novembro.

Foi acionado o Resgate da GCM, além de viaturas da Guarda, do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Polícia Militar. No entanto, o motociclista faleceu no local. O condutor do Fusca nada sofreu.

Medidas

Após acidentes, Flávio informou que diversos pedidos de providências ao local do fato chegam ao Departamento de Segurança e Trânsito, e o diretor relatou que os casos precisam ser avaliados por outra perspectiva. “As pessoas se queixam e pedem providências a uma rua que ‘está perigosa’, mas o que está perigoso são as pessoas que passam por aquela rua, não ela em si. O que temos que fazer são campanhas para a conscientização das pessoas, pois todos aprenderam a dirigir, mas agora não respeitam mais a sinalização. Precisamos começar a mudar a base, pois quando tem um radar na rodovia, o motorista reduz e ao passá-lo, volta a acelerar. O mesmo acontece quando veem um agente de trânsito. As pessoas tentam seguir as normas e voltam a desobedecê-las após passar pelo agente”, diz Flávio.

Acidente no dia 9 de junho acabou com a morte de Edson Spada

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui