Homem é preso por tráfico em Vargem

0
462

Um homem de 52 anos foi preso em uma ação da Polícia Civil pelo crime de tráfico de drogas na tarde da última quinta-feira, dia 26, em Vargem Grande do Sul.

Segundo consta em boletim de ocorrência, a polícia recebeu a informação de que em uma chácara, havia drogas enterradas no pomar. O dono do local já havia sido investigado pelos policiais desde sua saída da prisão em agosto de 2017, pois tinha forte indício de que ele teria voltado a traficar.

Conforme consta no BO, o homem sempre vendeu drogas enterrando porções em locais diversos para dificultar a ação policial. Seu local de atuação antigamente era na Vila Esperança, onde ele morava, um bairro de apenas uma rua, cercado de uma grande extensão de área utilizada para o cultivo de cana-de-açúcar, onde as drogas eram escondidas.

O setor de investigações da polícia apurou o endereço atual dele, em uma área de chácaras da cidade. No local foi constatado que se tratava de uma casa de alvenaria com grande extensão de terra, onde é cultivado um pomar, sendo que exatamente neste local estariam sendo guardadas as drogas.

A polícia foi até o local, onde encontrou o suspeito. Ele foi informado sobre as denúncias que pesavam contra ele. Foi solicitada a permissão para que pudessem efetuar buscas pelo local, tendo ele concordado e acompanhado o trabalho policial.

Durante as buscas na propriedade, um dos policiais encontrou enterrado no chão, perto de uma cisterna, uma sacola plástica envolvendo uma porção grande de cocaína, uma grande porção de crack e 46 pedras da mesma droga devidamente embaladas e prontas para serem vendidas.

O homem alegou desconhecer que aquelas drogas estavam enterradas ali, porém, diante dos fatos ele recebeu voz de prisão e foi conduzido até a delegacia, onde a autoridade policial após analisar os fatos, determinou a autuação em flagrante delito por tráfico de drogas. O autuado foi conduzido a cadeia pública de São João da Boa Vista, onde ficará a disposição da polícia judiciária.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui