Prestação de contas vereador Alex Mineli

0
723
Outros - Participou do Ciclo de Debates do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, realizado recentemente em Campinas.

Informe publicitário:

Amigo vargengrandense

Com muita humildade faço mais uma vez a prestação de contas das ações do meu mandato na Câmara Municipal. Neste primeiro semestre de 2018 mantivemos a postura de fiscalizar firmemente as ações do Executivo, lançando sempre um olhar crítico às iniciativas que entendemos não corresponder às necessidades da população e apoiamos todos os projetos que contribuíram para o desenvolvimento de Vargem Grande do Sul, bem como visavam melhorar a qualidade de vida de todos.

Casarão – Nesse sentido, buscamos analisar e detalhar por exemplo, a compra do casarão existente na esquina da praça Capitão João Pinto Fontão. Será um gasto enorme aos cofres públicos. Cerca de R$ 2,3 milhões, que poderiam ser muito melhor empregados em outros projetos da Educação, como a construção de uma nova sede ou a construção de novas creches e escolas municipais.

Saúde – Também demos continuidade à nossa iniciativa de buscar soluções e denunciar problemas da saúde em Vargem Grande do Sul. Nesse sentido, denunciamos a absurda quantidade de pessoas na fila aguardando para a realização de exames e de cirurgias. Pedimos informações e ficamos extremamente preocupados com os números. São mais de 900 pacientes esperando uma mamografia, por exemplo. Nesse sentido, além de cobrarmos providências da prefeitura, também aprovamos, junto com os demais colegas da Câmara, o convênio da prefeitura e Hospital de Caridade, para dar início ao mutirão que visa minimizar a demanda.

Veja mais iniciativas deste semestre do vereador Alex:

Requerimentos e ofícios

Educação – Junto com o vereador Wilsinho Fermoselli (DEM), questionou o Executivo a respeito das escolas e estabelecimentos da cidade, se todas possuem planta atualizada, alvará de bombeiros, alvará municipal, laudo técnico.

Festa da Batata – Como presidente da Comissão de Justiça e Redação, com os vereadores Felipe Gadiani e Wilsinho Fermoselli solicitou informações sobre a realização da Festa da Batata, pedindo que após a realização do evento, as entidades envolvidas prestem contas ao Legislativo sobre os resultados da festa.

Ações judiciais – Com o vereador Paulinho da Prefeitura, assinou ofício pedindo informações ao Executivo sobre o projeto da prefeitura de não ajuizar as ações judiciais, bem como a desistir das já ajuizadas cujo montante do crédito tributário seja na ordem de 100 UFMs.

Recapeamento – Pedido de informações sobre o projeto de lei sobre abertura de crédito de R$ 1 milhão para o recapeamento de ruas do Jardim Dolores.

Saúde – Requerimento questionando quantas pessoas aguardam por cirurgias, quantas aguardam por exames médicos em geral, medicamentos especiais, medicamentos de uso contínuo, tratamentos em geral. Questionou ainda quanto a prefeitura municipal gastou no quadrimestre com a saúde municipal.

Finanças – Questionou como está a situação financeira da prefeitura, relação das aplicações e movimentações bancárias.

Zona Azul – Questionou se a prefeitura tinha conhecimento sobre o fato da empresa que operava a Zona Azul estar demorando a quitar a rescisão contratual com seus funcionários. Perguntou ainda se a empresa realizou todos os repasses à prefeitura.

Desapropriação de terrenos – Questionou o município sobre a maneira como será feita a desapropriação de terrenos para a ampliação da creche dona Cezarina, na Vila Santana.

Reembolso – Cobrou posicionamento e agilidade do Executivo sobre o pagamento do reembolso do transporte aos estudantes universitários que fazem faculdade na região.

Doação de areia – Pediu esclarecimentos junto à prefeitura sobre o projeto que doou o material retirado do fundo da barragem Eduíno Sbardellini para o hospital de Caridade.

Seguro de Vida – Sobre o seguro de vida dos funcionários ativos e inativos, questionou ao executivo os valores despendidos em 2018 com o pagamento desses benefícios

Homenagens – Propôs a concessão do Diploma do Mérito Dr. Francisco Álvares Florence para Sílvio Donizetti Bazilio Benedito, Maristela Schimidt e João Batista Dotta.

Casarão – Ainda sobre a desapropriação do Casarão, questionou o Executivo sobre quando se iniciou as tratativas e negociações com os proprietários do imóvel, sobre o valor pago pelas avaliações extrajudiciais do imóvel, se existe uma estimativa do quanto se gastaria em reformas e se a desapropriação não deveria ser paga com o dinheiro do Departamento de Cultura, por se tratar de um imóvel de interesse histórico.

Moções – Moção de louvor à atleta de taekwondo Larissa Pirola e de pesar a José Luis Ribeiro de Andrade, com demais vereadores

Acompanhe as notícias do mandato pelo www.facebook.com/alex.mineli

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui