Gente e Fatos 01 de setembro de 2018

0
1450
Sophia da Silva Machado soprou sua 4ª velinha no último domingo, dia 26, quando foi o centro das atenções dos pais Naiara e Fernando, demais familiares e amiguinhos. Foto: Curta Aqui

Drogaria Urbano
Sob o comando de Mariana Monteiro e Davi Urbano, a Drogaria Urbano foi reinaugurada no dia 18 de agosto. Ela agora faz parte da rede Small Farma e quem compareceu a reinauguração pode aproveitar as promoções em perfumaria e medicamentos, que chegaram a até 80% de desconto, além de tomar um delicioso café da manhã. A Drogaria Urbano fica na Avenida Brasil, nº 244, no Jardim Bela Vista em Vargem Grande do Sul. Foto: Arquivo Pessoal

Reinauguração Centro de Estética Animal Marcela Ferri

De propriedade de Marcela Ferri e seu marido Alexandre Alayon, o Centro de Estética Animal Marcela Ferri foi reinaugurado no último sábado, dia 25. O centro conta com banho e tosa, acessórios, creche e hospedagem 24hs para animais e está localizado à rua Coronel Lúcio, nº 464 no Centro de Vargem Grande do Sul. Marcela iniciou suas atividades há 14 anos e já trabalhou com nomes consagrados na cidade, como por exemplo o veterinário Carlos Flokstrumpf, e no Pet Shop Empório da Serra de Fernanda Barroso em São João. Durante estes anos, Marcela fez diversos cursos e participou de workshops para se aprimorar cada vez mais no banho e tosa. Em 2015, seu marido entrou no negócio e alavancou ainda mais o trabalho iniciado por Marcela. A pet shop de Marcela passou por várias mudanças e passou a ser um centro de estética, com máquinas e equipamentos de primeira linha, incluindo um spa onde os animais podem relaxar. Fotos: Arquivo Pessoal

Rosana Cadini

Após vários anos se dedicando a ensinar as crianças da cidade, Rosana Aparecida Cadini se aposentou no dia 1º de agosto. Ela iniciou o seu trabalho na prefeitura em 1988 como professora e trabalhou durante 15 anos na APAE. Prestou o seu segundo concurso público para a prefeitura no ano de 1991, tendo duas salas pela escola municipal. Rosana trabalhou em várias creches da prefeitura como a Cezarina, a creche do Dolores e a Virgínia. Ela foi coordenadora de creche na época em que trabalhou na Cezarina.
Rosana foi diretora por quase dez anos na escola Henrique de Brito, onde também deu aula e foi vice-diretora. Atuou como assessora de educação infantil da creche pró-infância Reinaldo Cara Rinaldi e por cerca de oito meses e meio, foi diretora de educação.
À Gazeta, Rosana contou que como professora tem várias histórias que a marcaram, principalmente trabalhando com crianças especiais. Ela se aposentou, mas está deixando para as escolas dois projetos que criou: o Girassol e o Paz.
Para as creches ela deixa o projeto Girassol, onde são dadas palestras para as mães e tirado o tempo ocioso das crianças e nele o brincar é muito valorizado.
O Projeto Paz, teve início no ano de 2005, após a morte de seu filho. Segundo Rosana contou, ela transformou a dor em uma ação de solidariedade. O projeto, cada escola da ciade abraça uma entidade, pesquisando o que ela precisa, pedindo aos alunos e fazendo o recolhimento do que é necessário, como por exemplo leite, produtos de higiene e lenços umedecidos. Desde o começo do projeto, também são recolhidas sucatas, pois também envolve a conscientização sobre meio ambiente, e com o dinheiro da venda, são compradas cestas básicas para serem doadas às famílias carentes que moram na região das escolas.
Em 2017, foi implantada a coleta de lacres de lats no projeto e este ano é o segundo em que estão destinando equipamentos para a Mão Amiga. No ano passado, foram compradas várias cadeiras de rodas, cadeiras de banho, muletas e andadores. Neste ano, a Mão Amiga pediu cadeiras de banho para pessoas obesas e com a venda dos lacres, os integrantes do projeto conseguiram comprar três cadeiras de banho para pessoas até 120Kg e uma para pessoas até 85 Kg, além de duas cadeiras de rodas para pessoas até 85 Kg.
Rosana comentou que devido a sua aposentadoria, de agora em diante ela passará a ser uma voluntária do Projeto Paz. Disse que estará presenta todos os anos na distribuição de cartazes, panfletos, indo nas portas, se possível frequentando empresas, para que mais pessoas abracem a causa e não joguem o lacre fora ou o leve para outras cidades, pois Vargem também precisa. “Porque se no dia de amanhã um vargengrandense precisar de uma cadeira de rodas, é na cidade que se pedirá ajuda e então, o lacre deve ficar no município”, disse.
Rosana ainda relatou que todas as escolas municipais participam da arrecadação dos lacres e que as escolas particulares também foram convidadas para ajudar no recolhimento de lacres para o projeto.

SBB Acoustic Bar celebrou 20 anos

Na última quarta-feira, dia 29, foi realizado no SBB Acoustic Bar um Happy Hour com o seu idealizador, Paulo Pirola, em comemoração aos 20 anos de sua fundação. No evento, foi feita uma homenagem a Paulo, que na época de sua criação trabalhava na SBB. Segundo o relatado durante a celebração, Paulo sempre gostou muito de cozinhar e criou o Happy Hour, a mesa de frios e o macarrão na frigideira, que virou o carro chefe do Acoustic Bar.
Ainda durante a homenagem, foi lembrado que Paulo há 14 anos criou o seu buffet, que leva o nome da cidade na gastronomia e é referência não só na região, mas também em grandes centros. Além disso, os responsáveis pelo SBB Acoustic Bar lembraram que Paulo continua fazendo parte da vida do estabelecimento, com dicas de culinária, receitas, arrumação, etc. O Happy Hour de aniversário do Acoustic Bar contou com a presença de mais de cem pessoas que gostam do trabalho do Paulo e que fizeram parte da história dele, incluindo a presença de familiares.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui