Polícia Civil prende traficante com 2 kg de maconha

0
873
Droga vinha até com logomarca. Foto: Policia Civil

De acordo com a Polícia Civil, ao perceber que seria preso, tentou desarmar um policial. Atingido na perna, ele foi medicado e liberado

A Polícia Civil de Vargem Grande do Sul tem intensificado o combate ao tráfico de drogas na cidade. Nos últimos meses, foram realizadas operações que acabaram na prisão de traficantes que movimentavam maiores quantidades de entorpecentes no município. Recentemente, as ações foram focadas no combate ao tráfico na área do Jardim Paulista e arredores, onde há reclamações constantes da população sobre o crime. Nesta semana, mais um traficante de 26 anos foi preso pelo local. A Polícia Civil também apreendeu 2 kg de maconha.

Segundo a Gazeta de Vargem Grande apurou junto à Polícia Civil, o trabalho de investigação tem sido focado nas pessoas que comandam o tráfico no município, que repassam porções maiores e que acabam envolvendo adolescentes nas suas ações.

Durante as investigações, a Polícia Civil constatou que a região do Jardim Paulista estava dividida em algumas áreas. Em cada uma delas, um tipo de entorpecente era mais comumente comercializado por determinados indivíduos. Era mantida uma organização entre eles para uma divisão de pontos e de drogas. Nas últimas semanas, ao menos três pessoas relacionadas ao tráfico pelo local já foram presas.

Com base em informações levantadas durante a investigação, a Polícia Civil identificou um rapaz que estaria atuando pelo local, movimentando uma quantidade grande de drogas e usando adolescentes para o tráfico. Foi constatado que este rapaz adquiriu um Gol na cor vinho para transportar droga, principalmente maconha. Segundo a Polícia Civil, ele enterrava os tabletes e depois partia  e distribuía as porções para adolescentes fazerem a venda.

Prisão

Na segunda-feira, dia 3, foram realizadas diligências pelo local e os policiais verificaram que ele estava na posse do carro, parado na porta da casa. Também foi apurado que no dia seguinte, ele receberia uma grande quantidade de entorpecente.

Assim, na manhã da terça-feira, a equipe da Polícia Civil passou a acompanhar com viaturas descaracterizadas a movimentação do suspeito. Pela manhã, foi verificado que ele e o irmão de 17 anos estavam parados perto da casa onde moram, como se aguardassem algo.

Os policiais perceberam que os dois saíram com o carro e fizeram o acompanhamento, encontrando os dois irmãos e o veículo estacionado a algumas quadras da casa onde estavam. O rapaz estava sem camisa e ambos se apresentavam inquietos, porém não reagiram no momento da abordagem.

Enquanto um policial permaneceu com o rapaz, outro se dirigiu ao adolescente e pediu que o acompanhasse até o carro. Assim que a porta do veículo foi aberta, o policial constatou que no banco de trás havia dois tabletes de maconha.

Ao perceber que a droga tinha sido encontrada, o rapaz que permaneceu com o primeiro policial partiu para cima do agente, com a clara intenção de desarmá-lo. Segundo o informado pela Polícia Civil à Gazeta, o policial não teve outra alternativa, a não ser efetuar um disparo, que atingiu a perna do rapaz.

Mesmo com a perna direita ferida, ele tentou fugir. O policial o deteve e ainda assim, ele resistiu à prisão. Ele foi contido e a Polícia Militar foi acionada para apoiar a ação. O suspeito ferido foi levado ao Hospital de Caridade, onde foi medicado e liberado, pois o ferimento não foi grave.

O rapaz foi autuado em flagrante por tráfico, associação para o tráfico e resistência à prisão. De acordo com informações da Polícia Civil, esta é a quarta vez que ele é preso. Seu irmão de 17 anos foi apreendido por tráfico e associação para o tráfico.

Inicialmente, ambos negaram que o carro era deles. O veículo está registrado em nome de terceiros, mas dentro do Gol estava não só a camisa do rapaz, como também uma capinha para documentação com seu nome escrito.

Maconha

Um fato que chamou a atenção da Polícia Civil foi a presença de uma espécie de logomarca no pacote de maconha: uma reprodução de uma nota de 100 dólares, com um touro no centro. Segundo o informado à Gazeta, isso pode caracterizar o produtor ou distribuidor da droga, que pode ser até de fora do país.

Além da droga, foram apreendidos a camisa do suspeito, o carro, a documentação do veículo e um celular.

A Polícia Civil informa que continua atenta ao tráfico de drogas pelo local e informou que já está desenvolvendo ações para combate a este crime em demais áreas na região, com ações que também contam com a participação da Polícia Militar.

Droga vinha até com logomarca. Foto: Policia Civil

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui