Biometria se torna obrigatória no município em fevereiro

0
1146
Mais da metade dos eleitores de Vargem já fizeram biometria

A obrigatoriedade do cadastramento biométrico em Vargem Grande do Sul terá início do dia 4 de fevereiro. A Revisão do Eleitorado poderá ser feita até o dia 29 de novembro, das 12h às 18h, no Cartório Eleitoral do município, localizado à rua Batista Figueiredo, nº 380, no centro, ou no Posto de Atendimento da cidade de São Sebastião da Grama, localizado à Praça São Sebastião, nº 147, no centro.

O agendamento é feito no site www.tre-sp.jus.br e o não atendimento a convocação de comparecimento provocará o cancelamento da inscrição eleitoral.

A cidade de Vargem Grande do Sul compreende a 229ª Zona Eleitoral e tem 31.141 eleitores, dos quais 17.031, equivalente a 54,69% dos eleitores, já fizeram a biometria e 14.110, equivalente a 45,31% dos eleitores, ainda não fizeram. À Gazeta, Silvio Luís D’Amico, chefe do Cartório Eleitoral, contou que a biometria na cidade é realizada desde setembro de 2015, e os eleitores cadastrados ou transferidos para o município até o dia 7 de setembro de 2015, que ainda não fizeram a biometria, deverão participar da revisão.

“A revisão é só para os eleitores que ainda não fizeram a biometria. Os eleitores que já fizeram não precisam comparecer no Cartório novamente”, esclareceu Silvio. “O cadastramento é uma revisão no titulo de eleitor que colhe as dez digitais. Em seguida o eleitor faz uma assinatura eletrônica e uma foto da pessoa é tirada. Um título de eleitor igual ao título anterior da pessoa é reimpresso, única diferença é que terá destacado que ela fez o cadastramento biométrico”, complementou.

Para o cadastramento biométrico é obrigatório a apresentação de um documento de identificação de nacionalidade brasileira e um comprovante de endereço.  Entre os documentos pessoais aceitos estão: carteira de identidade (RG); carteira emitida pelos órgãos criados por lei federal, controladores do exercício profissional; certidão de nascimento ou casamento; certificação de quitação do serviço militar; instrumento público do qual se infira, por direito, ter o eleitor idade mínima de 16 anos, e do qual constem, também, os demais elementos necessários à sua qualificação; e carteira nacional de habilitação (CNH), com exceção para quem está se alistando.

Os documentos para comprovação de residência podem ser: conta de luz, água ou telefone, em nome do eleitor, envelopes de correspondência ou nota fiscal de entrega de mercadoria também em nome do eleitor, todos emitidos ou expedidos nos 3 meses anteriores ao comparecimento do eleitor ao Cartório; contracheque ou cheque bancário em que conte endereço e nome do eleitor; documento expedido pelo Incra; declaração do proprietário do imóvel de que o eleitor ali reside em razão de locação, comodato ou  outras  modalidades de cessão da posse, juntamente com um dos documentos já discriminados em nome do proprietário ou qualquer outro documento, a critério do Juiz Eleitoral. Os documentos que comprovem residência poderão ser utilizados pelo cônjuge, filhos, tutelados ou sob guarda e demais descendentes, desde que comprovem essa situação.

Região

Todas as cidades da região também terão a obrigatoriedade do cadastramento biométrico, exceto Aguaí, São Sebastião da Grama, Divinolândia e Santa Cruz das Palmeiras, que já fizeram. “A biometria já irá valer para as próximas eleições municipais, e quem não fizer não votará na próxima eleição. É interessante que o eleitor faça o agendamento pela Internet, pois aí ele é atendido na hora e dia certo, sem precisar frequentar filas”, explicou.

Segundo Silvio, o Cartório Eleitoral continuará fazendo o cadastramento biométrico no mês de janeiro, porém a partir de fevereiro, mês que se torna obrigatório, o Tribunal mandará mais dois funcionários especializados para ajudar a atender a demanda do município.

“Hoje atendemos com três estações quando o pessoal não está em período de férias, e nesse período de obrigatoriedade passaremos a atender com quatro estações e um servidor ficará no pré-atendimento para analisar se o eleitor tem multa eleitoral. Esse mês como é período de férias, estamos com apenas uma estação funcionando, mas quando se tornar obrigatório, teremos uma escala para deixar os quatro kits biométricos funcionando”, disse.

Mais da metade dos eleitores de Vargem já fizeram biometria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui