Informe publicitário: Atividades físicas e ultrassonografia muscular

0
762

Com a chegada do verão, muita gente decide iniciar uma atividade física, passa a frequentar academias, se arrisca a começar a correr. Deixar o sedentarismo é muito positivo. No entanto, é preciso saber que a atividade física, quando mal executada, pode gerar problemas para a saúde, principalmente ortopédicos.

Nesses casos, distensões, rupturas musculares e ou ligamentares, dores articulares agudas, lombalgias, tendinopatias e bursites, são as mais comuns. Os movimentos repetitivos, que muitas vezes acontecem durante o período de trabalho, também podem ser responsáveis por algumas lesões ortopédicas.

Para identificar o problema, o exame mais indicado e utilizado é a ultrassonografia. Esse exame é bastante rápido e não há necessidade de preparo. Diversas partes do corpo podem ser avaliadas pela ultrassonografia, que é capaz de identificar diversas lesões, mesmo no início. Nas articulações, é possível diagnosticar rupturas, distensões, calcificações e inflamações em tendões, ligamentos, musculares, etc… As articulações mais acometidas por dores são ombros, cotovelos, punhos, quadris, joelhos e tornozelos.

Nadadores, jogadores de futebol, corredores e outros atletas que movimentam bastante as coxas também podem sofrer com lesões musculares, como distensões ou rupturas, também possíveis de detectar com o ultrassom musculoesquelético.

Pratique atividades físicas com cuidado e em caso de lesões, a Diagcenter oferece o melhor do diagnóstico por imagem para o seu tratamento.

Dr. Valdir Cheavegati

Júnior – Responsável

Técnico – CRM 85.833

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui