Painel

0
927

Voçoroca
O prefeito Amarildo Duzi Moraes (PSDB) já recebeu do DAEE o projeto executivo da obra que vai solucionar a grande erosão existente bem ao lado das Cohabs Alceu Morandin e Antônio Ribeiro Filho. A cratera está tão grande, que ameaça as casas ali nas proximidades. A primeira intervenção realizada no local foi o redirecionamento das águas pluviais que seguiam para a voçoroca, uma obra já concluída, com o custo de mais de R$ 1,4 milhão, feita pelo governo do Estado.

Ajuda do deputado
Para esta segunda etapa, o DAEE apresentou um projeto estimado entre R$ 4 a R$ 5 milhões. Recurso que definitivamente a prefeitura não possui. Assim, Amarildo contou à reportagem da Gazeta que já pediu ajuda ao deputado Barros Munhoz (PSB) para que interceda pela cidade e agende uma reunião com o governador João Doria (PSDB), para que a prefeitura pleiteie verba para resolver de vez com essa ameaça às famílias desses bairros.

Fura fila da vacina
Instaurada no final de fevereiro, a Sindicância Administrativa para apurar possível “fura fila” na prioridade da vacinação contra a Covid-19 ainda não teve seu resultado divulgado. Segundo o informado pela prefeitura, um cidadão que presta serviço na Saúde e que não pertence aos grupos prioritários recebeu indevidamente a imunização. A sindicância foi instaurada para apurar responsabilidades e tomar as medidas cabíveis. Um relatório do ocorrido foi enviado para o Ministério Público e após conclusão da sindicância seriam prestadas as informações complementares à promotoria.

Bares autuados
Na edição de quarta-feira, dia 24, do Jornal Oficial do Município, foram publicados 12 autos de infração envolvendo bares, distribuidores de bebidas e lanchonetes em vários bairros da cidade, como Vila Polar, Santana, Santa Martha, Centro e Jardim Dolores. Possivelmente, infrações relacionadas ao não cumprimento das medidas de restrição adotadas contra a Covid-19.

São João estuda Lockdown
O jornal O Município, de São João da Boa Vista, publicou que, embora a Prefeitura de São João tenha afastado a possibilidade de um fechamento total da cidade a partir desta sexta-feira, dia 26, vereadores da cidade vizinha têm comentado nos bastidores que, caso o Governo do Estado de São Paulo não adote medidas mais restritivas, a prefeita Maria Teresinha de Jesus Pedrosa (DEM) poderá adotar um lockdown a partir da próxima quarta-feira, dia 31.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui