Casa Branca debate processo de construção de casas populares

0
322

O vice-prefeito de Casa Branca, Duzão, participou no dia 22 de março, de uma reunião virtual com o secretário de Estado da Habitação, Flavio Amary, para tratar sobre as mudanças do processo da construção das 189 casas na cidade.
A prefeitura foi informada que no final de fevereiro, a Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano do Estado de São Paulo (CDHU) e a Caixa Econômica Federal romperam o convênio para a construção dos empreendimentos habitacionais pelo antigo programa Minha Casa Minha Vida.
Por esse motivo, os empreendimentos voltaram a ser construídos sob administração da CDHU, entre eles o Conjunto Habitacional, Antônio Geraldo Romano, localizado no Parque São Paulo, em Casa Branca, com previsão de 189 casas.
No esforço para atender os 73 municípios que tem convênios assinados, entre eles Casa Branca, a CDHU informou que irá dividir as obras em duas etapas, contratando primeiro a infraestrutura do local e depois construindo as casas.
Isto evitará que unidades habitacionais concluídas não possam ser ocupadas pela falta de urbanização, como aconteceu no passado, por abandono das construtoras, ações judiciais, ambientais, etc. A CDHU também confirmou que os sorteios realizados continuam valendo, não havendo risco de perda dos direitos adquiridos para quem foi sorteado.
Outra mudança que irá beneficiar os futuros mutuários é a flexibilização das regras do financiamento, na comprovação da renda familiar e na dispensa do pagamento da entrada. No momento, 23 municípios têm licitações abertas, havendo a previsão de novas licitações beneficiando em média 3 municípios por dia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui