De olho em Tóquio, Paulo Guerra disputa seletiva

0
640
Paulo salta na Fase de Treinamento Seletiva para Tóquio de Atletismo. Fotos: Ale Cabral/CPB

A segunda Fase de Treinamento Seletiva do Atletismo começou nesta terça-feira, 15, no Centro de Treinamento Paraolímpico, em São Paulo. Esta é a oportunidade para atletas de meio fundo, fundo, saltos e provas de campo alcançarem os índices para os Jogos Paralímpicos de Tóquio. Ao todo, estão inscritos 59 atletas para esta segunda etapa da seletiva de atletismo. Dentre eles, o vargengrandense Paulo Gindro Guerra, da classe T47, dono de uma marca de 1,94 metro no salto em altura. No torneio, Paulinho busca uma vaga para a Paralimpíada de Tóquio, que será disputada de 24 de agosto a 5 de setembro.
Em entrevista à Gazeta de Vargem Grande, Paulo, que recentemente foi tema de reportagem da EPTV, contou que a pandemia da Covid-19 afetou e muito seus treinamentos. “Minha preparação estava sendo muito difícil. Devido à pandemia, não havia local para treinar. Então fui para Santa Catarina, treinar com a minha equipe, o Clube Roda Solta, de Itajaí, desde o dia 22 de maio”, contou.
Neste sábado, dia 19, Paulo disputa a última prova dessa seletiva. Para ser selecionado para representar o Brasil nas Paralimpíadas, ele explicou que é necessário atingir alguns critérios. O primeiro deles é estar entre os recordistas mundiais. O segundo, é o que o Comitê Brasileiro Paralímpico (CBP) estipula por cada prova, visando o Record Mundial.
De acordo com Paulo, nesse quesito, a marca estipulada é a de 2 metros e 5 centímetros. “O que no meio a tanta dificuldade da pandemia e sem o local de treino, será um índice difícil de alcançar por agora”, lamentou. Já o terceiro quesito, é o da colocação do paraatleta no Ranking Mundial. Nesse critério, Paulo ocupa o quinto lugar, o que o credenciaria para uma vaga na delegação que vai até Tóquio.
No entanto, ainda é preciso aguardar. Segundo Paulo, o Comitê terá 36 vagas no atletismo. “E por enquanto, eu estou dentro do critério pela colocação do Ranking Mundial”, ressaltou.
Na seletiva que está sendo disputada em São Paulo, o vargengrandense busca igualar sua melhor marca. “Estou fazendo de tudo para repetir o meu recorde brasileiro que é na altura de 1 metro e 94 centímetros e se for possível, saltar melhor e melhorando a minha marca para permanecer dentro dos critérios permitidos”, ressaltou. “E poder representar o Brasil nas paralimpíadas em Tóquio”, afirmou.
De acordo com o atleta, caso permaneça dentro desses critérios e dentro das 36 vagas disponíveis, ele irá defender o Brasil nas paralimpíadas no Japão. A previsão é que a lista final dos convocados do Comitê Brasileiro Paraolímpico (CBP) seja divulgada no dia 30 de junho.

O alteta pode representar o Brasil nas Paraolimpíadas de Tóquio, em agosto. Foto: Ale Cabral/CPB
Paulo salta na Fase de Treinamento Seletiva para Tóquio de Atletismo. Foto: Ale Cabral/CPB

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui