Instituído o programa “Câmara Solidária”

Aprovado pelos vereadores na sessão de 6 de julho e publicado no Jornal Oficial do Município no dia 7, foi instituído o Programa “Câmara Solidária”, com o objetivo de angariar cestas básicas, entre outros produtos, que serão destinadas à população em vulnerabilidade social.
Pela proposta, o Programa “Câmara Solidária” visa arrecadar alimentos não perecíveis, produtos de higiene e agasalhos, em razão da crise financeira decorrente da pandemia causada pela Covid-19. Esses produtos podem ser doados por pessoas físicas ou jurídicas. As doações deverão ser entregues na sede da Câmara Municipal, à Praça Washington Luís, 665, Centro, das 8h às 11h30 e das 13h às 16h30.
Os produtos angariados durante a campanha serão encaminhados, por meio de termo de doação próprio, às entidades filantrópicas dotadas de estrutura aptas a viabilizar a triagem social para fins de verificação do quadro de necessidade dos beneficiários.
Pela lei, será de inteira responsabilidade dessas entidades o cadastro e entrega dos produtos arrecadados, às famílias beneficiárias.
O Programa “Câmara Solidária” irá durar enquanto permanecer a pandemia do novo coronavírus e não substitui, prejudica ou interfere em outros programas sociais já desenvolvidos atualmente pela Administração Pública.
O presidente do Legislativo, Celso Itaroti (PTB) destacou a importância do programa, lembrou que o projeto é de todos os vereadores e não apenas uma iniciativa da presidência, observou também que a prefeitura irá disponibilizar um local adequado para as doações serem guardadas até serem distribuídas. O projeto foi aprovado por unanimidade.
Devido à pandemia, a procura por cestas básicas cresceu 300% na Ação Social da prefeitura nos últimos meses, o que evidencia a importância dessa iniciativa da Câmara Municipal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui