Irmãs criam app para organizar figurinhas

Isabela e Isadora desenvolveram o app Minhas Figurinhas. Foto: Arquivo Pessoal

Com a aproximação da Copa do Mundo, que este ano será disputada em novembro, no Catar, o lançamento do álbum de figurinhas do mundial de futebol rapidamente virou mania, como trouxe uma reportagem da Gazeta de Vargem Grande do dia 3 de setembro. Muita gente está colecionando os cromos adesivos e comprando novos pacotinhos, o que leva ao acúmulo de figurinhas repetidas.
Pela cidade também é possível encontrar em papelarias, no Tênis Clube e outros pontos da cidade, grupos de crianças e adultos trocando figurinhas e comprando os adesivos faltantes. Como são mais de 600 figurinhas que compõe esta edição do álbum, uma maneira para não ficar perdido entre as repetidas e as que faltam são os aplicativos disponíveis para serem baixados pelo celular.
Se no passado, a única maneira era anotar tudo no papel, os aplicativos facilitaram e muito essa organização. E não é que tem um desses apps desenvolvidos por duas irmãs? É o aplicativo Minhas Figurinhas, disponível tanto para Android quanto para o iOS, na Play Store e na Apple Store, criado pelas gêmeas Isabela e Isadora Giacomini de Moraes, de 26 anos, filhas de Neide Benedita Giacomini de Moraes e Joaquim Vicente de Moraes.
As duas trabalham como desenvolvedoras e são formadas no curso Técnico em Informática para Internet, na Etec de São José do Rio Pardo, Graduação em Análise e Desenvolvimento de Sistemas, na Fatec de Mococa, Pós-graduação Lato Sensu em Desenvolvimento de Aplicações para Dispositivos Móveis, no IFSP, Campus São João da Boa Vista. Isadora trabalha na empresa Avistare Engenharia de Software, de São José do Rio Pardo e Isabela atua na empresa Liven Tech, de São Carlos. As imãs são de São José e não de Vargem, como a Gazeta informou anteriormente e pelo equívoco, pede desculpas aos leitores.

O Aplicativo
Segundo Isadora, o principal objetivo do aplicativo é auxiliar no controle e organização do álbum da copa. “Sendo assim, baseado na estrutura do álbum físico, é possível marcar as figurinhas que você já tem e visualizar os cromos faltantes”, detalhou. Ela comentou que o app também possibilita a visualização geral de todas as figurinhas e a inserção das repetidas. “Além disso, você consegue conferir a tabela de jogos da sua seleção do coração e comparar, a partir das figurinhas repetidas que seu amigo ou amiga te enviar, quais delas você precisa para preencher o álbum”, explicou.
Isabela lembra que essa é a segunda vez que disponibilizam o app Minhas Figurinhas na Play Store e a primeira na Apple Store. “O primeiro lançamento aconteceu em 2018, quando ocorreu a Copa do Mundo da Rússia”, recordou.
Paixão por futebol e hábito de colecionar figurinhas motivaram o desenvolvimento do App, explicou Isadora. “Além de colecionar o álbum, eu e a Isabela somos apaixonadas por futebol. Então, em época de Copa do Mundo, a gente cria uma expectativa muito grande pela chegada das figurinhas. Em 2018, não foi diferente. Quando a gente soube que elas já tinham chegado na banca, compramos vários pacotinhos de uma só vez. A Isabela, super empenhada, criou uma tabela no Word, com a numeração das figurinhas, e começou a marcar quais ela tinha saído, pra depois imprimir. Eu quando vi aquilo, achei muito trabalhoso e fiquei com um pouco de preguiça, confesso. Então eu tive a ideia de criarmos o aplicativo, falei para Isabela e começamos a planejar o que teria nele e como faríamos isso. Daí surgiu a ideia”, recordou.
De acordo com Isabela, o aplicativo da Copa do Mundo do Catar levou dois meses para ser desenvolvido. “Isso porque criamos essa nova versão totalmente do zero utilizando outra tecnologia, o React Native, que permite o desenvolvimento multiplataforma, ou seja, a partir de um único projeto, conseguimos desenvolver o app tanto para Android quanto iOS”, comentou. “Além disso, tínhamos que conciliar com a nossa rotina, portanto não conseguíamos nos dedicar todos os dias ao app, geralmente era mais durante os finais de semana”, contou Isabela.

Experiência de 10 anos
Isabela conta que ela e a irmã tiveram o primeiro contato com o universo da programação entre 2012 e 2013. “Quando cursamos o Ensino Técnico de Informática para Internet na Etec de São José do Rio Pardo. Foi nesse período que também tivemos a nossa primeira experiência com o desenvolvimento mobile e, desde então, nosso interesse pela área só cresceu”, disse.
Desde então, as irmãs já desenvolveram vários aplicativos. “A grande parte com o intuito de fixar algum conceito ou aprender algo novo”, completou Isadora. Alguns deles são o Economize, voltado para criação de lista de compras, para que o consumidor se programe com o que precisa comprar no supermercado e o quanto pode gastar; o Flip Math, um jogo educativo para auxiliar estudantes da Educação Básica no ensino-aprendizagem das quatro operações básicas da Matemática e a prioridade de sinais, em que a Isabela desenvolveu para o TCC da graduação e o Batalha Matemática, um jogo voltado para o ensino-aprendizagem das quatro operações básicas da Matemática, em que Isadora desenvolveu para o seu TCC da graduação.
As duas também elaboraram o Tira Time, um aplicativo para tirar time baseado nos parâmetros definidos, por exemplo: sortear time que gere 4 equipes; tirar times com até 5 jogadores, entre outros. Já o Big Chef, também desenvolvido para estudo, permite cadastrar receitas e separá-las por categorias.
Isabela observou que o interesse de seguir na área da programação nasceu da experiência que tiveram no curso técnico e que amadureceu durante a graduação. “Atualmente, mesmo após já estarmos inseridas no mercado de trabalho, buscamos sempre nos atualizar, estudar e acompanhar a evolução da tecnologia”, afirmou.
E elas garantiram que seguirão se especializando na área. “Embora a gente já trabalhe na nossa área de formação, buscamos sempre estudar mais e nos atualizar sobre esse universo do desenvolvimento para dispositivos móveis, que é, dentro dos vários segmentos da computação, o que mais chama a atenção para nós”, contou Isadora.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui