Chuva aumenta erosão no Rio Verde e preocupa moradores

Barreiras foram colocadas em volta da erosão. Foto: Reportagem

Os moradores das imediações da Praça da Bíblia estão preocupados com a erosão da obra da ponte sobre o Rio Verde, que tem aumentado por causa das chuvas. A ponte ligará a Rua Bernardo Garcia, localizada no Centro, com a Rua Getúlio Vargas, no Jardim Redentor.
A obra teve início em dezembro, onde foi removida parte do muro de arrimo que existia para canalizar o rio naquele local. Após, a obra teve que ser paralisada por causa das chuvas e, até o momento, não foi retomada.
Desde janeiro, os moradores questionam o atraso da obra e mostram-se preocupados com a erosão que o rio pode causar no local. As chuvas têm aberto o buraco, sendo preciso colocar barreiras ao redor e interditar parte das ruas Bernardo Garcia e Cabo Lino.
Na quinta-feira, dia 23, o nível do rio aumentou com a chuva que atingiu a cidade e os moradores ficaram ainda mais preocupados.
Antiga reivindicação dos moradores dos bairros próximos ao Jardim Redentor, a obra terá um custo de cerca de R$ 1.100.000,00, cuja verba é oriunda da Coordenadoria Estadual de Proteção e Defesa Civil (CEPDEC), conseguida através do deputado estadual Rafa Zimbaldi (Cidadania), com a participação dos vereadores Paulinho da Prefeitura e Célio Santa Maria, ambos do PSB, que solicitaram recurso junto ao deputado.

Ruas Bernardo Garcia e Cabo Lino estão interditadas. Foto: Reportagem

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui