Padre Donizetti é declarado venerável

0
1540
Padre Donizete atuou em Vargem de 1909 a 1926

A Congregação para as Causas dos Santos divulgou nesta terça-feira, 10 de outubro, o decreto assinado pelo Papa Francisco que reconhece as virtudes heroicas de Padre Donizetti Tavares de Lima, etapa considerada fundamental no processo que pode levar à canonização. Com o reconhecimento dos cardeais, bispos e teólogos do Vaticano, o sacerdote recebeu o título de Venerável. A reportagem é do portal do Santuário de Nossa Senhora Aparecida.
O título é o reconhecimento de que padre Donizetti, que foi pároco em Vargem Grande do Sul de 1909 a 1926, viveu em grau heroico as virtudes teologais da fé, esperança e caridade, bem como as virtudes cardeais da prudência, fortaleza, temperança e justiça, vividas de forma extraordinária, perante Deus e o próximo. No caso de padre Donizetti, também foi comprovado que o religioso viveu virtuosamente os votos evangélicos da pobreza, obediência, castidade e humildade. O decreto permite ainda que a causa de beatificação do sacerdote, iniciada em 1992, cumpra sua última etapa: a confirmação do milagre.
O reitor do Santuário Nossa Senhora Aparecida de Tambaú, construído graças ao sonho de Padre Donizetti de erguer uma Igreja dedicada à Padroeira do Brasil, e vice postulador do Processo de Beatificação de Padre Donizetti, padre Anderson Godoi de Oliveira, comemorou a notícia. “Hoje fomos surpreendidos pela graça de Deus: Padre Donizetti se tornou Venerável. Recebemos essa feliz notícia no mesmo dia em que o Papa Francisco enviou uma mensagem de saudação a todos os brasileiros, por ocasião da Festa de Nossa Senhora Aparecida. Padre Donizetti era devoto da Mãe Aparecida, que se faz presente neste momento tão especial. A nossa família está em festa”, declarou.
Devotos de todo o país, especialmente do município de Tambaú, onde a vida do sacerdote foi marcada por grandes acontecimentos, comemoram com alegria e fervor a notícia de que Padre Donizetti se tornou Venerável e esperam que os milagres atribuídos ao pároco sejam aceitos pela Igreja Católica. Caso isso aconteça, Padre Donizetti passará de Venerável a Beato e, posteriormente, pode ser canonizado para se tornar santo.

Padre Donizetti
Donizetti Tavares de Lima nasceu no dia 3 de janeiro de 1882, na cidade de Cássia (MG). Aos 21 anos, já havia tomado a decisão pelo sacerdócio e matriculou-se no curso de Filosofia do Seminário de São Paulo. Completou seus estudos eclesiásticos em Pouso Alegre (MG), onde se tornou sacerdote em 12 de julho de 1908. Em sua ordenação sacerdotal, Padre Donizetti fez voto de pobreza. Assim, viveu de maneira muito simples e humilde e exerceu seu sacerdócio a serviços dos pobres, desprotegidos e doentes.
Padre Donizetti assumiu a paróquia de Vargem Grande do Sul em 18 de abril de 1909 e permaneceu na cidade até 1926. Ele chegou a Tambaú em 12 de junho daquele ano. Morava em uma casa modesta, com o mínimo de mobília e utensílios, em meio aos livros, única coisa que dizia possuir. No município, fundou diversas obras sociais, como o Asilo São Vicente de Paulo e a Associação de Proteção à Maternidade e à Infância de Tambaú. Além disso, criou a Congregação Mariana, a Irmandade das Filhas de Maria e o Círculo Operário Tambauense.
Na década de 1950, ficou conhecido como o “padre milagreiro de Tambaú” em razão das graças, conversões e milagres de curas atribuídos à sua intercessão, e que o mesmo atribuía a Nossa Senhora Aparecida, por quem nutria devoção particular. Devotos e romeiros de todo o país viajavam a Tambaú para pedir uma bênção especial e agradecer as graças alcançadas.
Padre Donizetti faleceu no dia 16 de junho de 1961, às 11 horas e 15 minutos, na Casa Paroquial de Tambaú, hoje Casa Museu de Padre Donizetti, aberta à visitação. O enterro aconteceu no dia 17 de junho e contou com a presença de familiares, fiéis, autoridades, padres, freiras e imprensa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui