Genios da Nossa Música – Histórias da MPB –

DONA IVONE LARA
(Yvonne Lara da Costa OMC)

Nasc.: 13/04/1922 – Rio de Janeiro/RJ
Morte: : 16/04/2018 – Rio de Janeiro/RJ
Atividades: Enfermeira, assistente social, terapeuta ocupacional, cantora e compositora.

Aos dezessete anos, entrou para a faculdade de enfermagem da atual Universidade Federal do Rio de Janeiro, onde graduou-se em enfermagem. Foi uma das primeiras mulheres negras a graduar-se.
Conhecida como Rainha do Samba e a Primeira Dama do Samba, graduou-se também em assistência social pela Universidade do Rio de Janeiro (UERJ). Especializou-se em Praxiterapia ocupacional e desempenhou importante papel nas equipes de psiquiatria de Nise da Silveira e do neurocirurgião Paulo Niemeyer.
Antes de se dedicar exclusivamente a carreira artística em 1978; aos 56 anos de idade, dona Ivone passou quase quatro décadas trabalhando no serviço de doenças mentais, período no qual lançou mão da música para tratar pessoas com transtornos mentais em uma época em que mal se falava em musicoterapia.
Foi a primeira mulher a assinar um samba enredo e a fazer parte das alas dos compositores de uma escola, a Império Serrano. Uma das suas composições mais conhecidas, em parceria com Délcio Carvalho: “Foi sonho meu”, sucesso na voz de Maria Bethânia e Gal Costa. Em 1978, cujo álbum ultrapassou um milhão de cópias vendidas.
Podemos citar outros sucessos: “Alguém me avisou”, “Mas quem disse que eu te esqueço”, “Acreditar”, “Sorriso negro” e “Alvorecer”.
Dona Ivone Lara, aonde você estiver, obrigado! Da M.P.B.

Fonte: Wikipédia

Dr. Raul Rodrigues Baía Filho

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui