Safra da batata chega ao fim na região de Vargem

0
875
Colheita já foi finalizada; cotação da saca melhorou nas últimas semanas, mas resultado final ficou abaixo do esperado

A safra da batata está chegando ao fim em Vargem Grande do Sul e deixou prejuízos a agricultores locais. Os preços do produto ficaram abaixo do custo de produção, conforme informou o engenheiro agrônomo Fábio Henrique de Oliveira, devido ao aumento da oferta da batata em todas as regiões produtoras do Brasil.

Fábio contou que os preços melhoraram na última quinzena, mas que isso não foi suficiente para pagar as despesas da cultura. “Nestes dias, a região de Vargem Grande do Sul já encerrou a colheita, sobrando pouca batata e poucos produtores colhendo”, afirmou.

O mercado nacional comercializou a batata com o custo de cerca de R$ 70,00 a saca, porém, pouco sobrou para os produtores. “Esta semana a batata foi comercializada no mercado nacional em torno de R$ 70,00. Porém tirando as despesas de beneficiamento, fretes e comercialização, para o produtor sobra por volta de R$ 40,00 a 45,00 reais”, contou Fábio.

O engenheiro falou também que os produtores que encerraram sua safra de batata em Vargem já estão plantando grãos referentes ao verão da região. “Neste momento, os produtores terminaram a safra 2017 de batata, e estão a todo vapor plantando milho e soja que são as culturas de verão de nossa região”, falou.

Alguns produtores já estão dando início na próxima safra, mas em Vargem ela somente irá ser iniciada em abril do ano que vem. “Nossos bataticultores já iniciaram o plantio de batata semente na região de Sacramento (MG).  Porém, o início da safra de Vargem Grande do Sul só começa em abril de 2018”, relatou Fábio.

Embora a safra de 2017 tenha dado prejuízo aos produtores, Fábio acredita que os agricultores irão se recuperar na próxima. “O ano de 2017 deixa grande prejuízo para nossos bataticultores, porém estes homens são grandes profissionais da agricultura e com certeza vão dar a volta por cima e conseguir sair da crise que foi gerada este ano”, afirmou.

Foto: Arquivo Gazeta

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui