Homem é preso por tráfico no Jardim Dolores

0
2436
Pedras de crack foram encontradas no imóvel, além de dinheiro e celulares. Foto: PM

Por volta das 23h do último sábado, dia 20, a equipe de policiais militares formada pelos soldados Amauri e Salomão realizava um patrulhamento de rotina pela avenida Antônio Pedro Cavalheiro, no Jardim Dolores, quando avistou dois rapazes conversando com uma moça defronte a um imóvel, local que existe várias denúncias de que ocorre tráfico de drogas.

Quando a viatura se aproximou, a moça correu para dentro da casa e rapidamente os policiais estacionaram o veículo. Os PMs saíram no encalço e entraram no imóvel, onde encontraram a mulher sentada na cama de um dos quartos.

De acordo com os policiais, a suspeita é bastante conhecida nos meios policiais por seu envolvimento com o tráfico de drogas. Ao ser questionada sobre o que estaria fazendo naquela casa, ela alegou que estaria esperando os moradores e que iria junto com eles em um baile. Neste momento, um rapaz saiu do banheiro o qual após ser identificado, informou ser o proprietário do imóvel.

Quando os policiais questionaram se havia algo de ilícito na casa, em primeiro momento o homem informou que se houvesse algo de ilícito na residência, ela seria de sua propriedade. Os policiais iniciaram uma busca domiciliar e ao lado da moça, em cima da cama, foi encontrada uma pedra de crack devidamente embalada em plástico branco e vedada por aquecimento. No mesmo quarto, dentro do guarda roupa do homem foi localizada uma quantia no valor de R$ 296,70 entre cédulas e moedas, dinheiro o qual ele disse que era parte do seguro desemprego que havia recebido.

Ao dar continuidade as buscas, dentro de outro quarto da residência os policiais encontraram no chão um invólucro plástico, “kit”, acondicionando 14 pedras de crack semelhantes a encontrada anteriormente e prontas para a comercialização.

O homem afirmou ser o dono da droga aos policias e informou que como estava desempregado há quase dois meses, passou a realizar o tráfico de drogas e que a moça não tinha nenhuma ligação com a sua atividade ilícita. Diante dos fatos, o homem recebeu voz de prisão em flagrante delito e foi conduzido até a delegacia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui