Polícia Civil realiza Operação Canastra: dois mandados foram cumpridos em Vargem

0
3420
Polícia Civil realiza Operação Canastra em toda região. Fotos: Ary Molinari/Polícia Civil

O Departamento de Investigações Gerais (DIG) da Delegacia Seccional de Casa Branca deflagrou nesta terça-feira, dia 12, a Operação Canastra.

Delegados Celso Itaroti e Wanderley Júnior durante a operação. Fotos: Ary Molinari/Polícia Civil

Foram cumpridos 47 mandados ao todo, desse total, 30 eram de busca e apreensão e 17 de prisão. Em Vargem Grande do Sul, foram cumpridos 12 mandados de busca pelas equipes da Polícia Civil e ao todo, seis pessoas foram presas na cidade. Além de Vargem os policiais cumpriram mandados em Casa Branca, Tapiratiba, Caconde, São José do Rio Pardo e Poços de Caldas (MG).

A ação contou com a presença de 60 policiais, entre eles os delegados Celso Itaroti e Wanderley Júnior, de Casa Branca, e prendeu 13 pessoas suspeitas de tráfico de drogas. Entre os presos estavam uma mulher e uma menor de 18 anos, e um dos suspeitos foi preso na Rodovia Deputado Vicente Botta, a SP-215, nas proximidades de Casa Branca. Um dos presos em Vargem é suspeito de falsificação de documentos.

A operação é resultado de uma investigação que começou em janeiro do ano passado, com objetivo de combater o tráfico de drogas e também a corrupção de menores e que partiu da prisão do traficante conhecido como Espanhol, ocorrida em setembro em um bar de Caconde, conforme reportagem do portal G1. O nome “Canastra” é uma alusão ao Estado de Minas Gerais, onde foram presas três pessoas, na cidade de Poços de Caldas.

De acordo com o publicado pelo G1, Espanhol chefiava uma quadrilha que atuava nas cidades paulistas de Vargem Grande do Sul, Casa Branca, Tapiratiba, Caconde e São José do Rio Pardo e também em Poços de Caldas (MG). A operação Canastra foi deflagrada para prender os integrantes do grupo.

As pessoas detidas foram para a Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Casa Branca. Em seguida os homens seguiram para a penitenciária de Itirapina, a mulher, que é esposa de Espanhol, foi encaminhada à penitenciária feminina de Mogi Guaçu e a adolescente passaria por audiência de custódia na cidade de Caconde.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui