Após 65 anos de trabalho, o fotógrafo Nilo se aposentou

0
2590
O fotógrafo Petronilho dos Santos, o conhecido Nilo, se aposentou

Uma das referências históricas da fotografia em Vargem Grande do Sul, Petronilho dos Santos, o conhecido Nilo, encerrou as suas atividades profissionais neste mês de janeiro.

Nascido no dia 22 de setembro de 1934 em São José do Rio Pardo, Nilo se mudou para Vargem no ano de 1954, quando tinha 20 anos de idade. Ele se casou com Maria de Lourdes Daniel dos Santos, de quem é viúvo e com quem teve duas filhas, a professora aposentada Regina Célia dos Santos e a psicóloga Ana Maria dos Santos, já falecida.

Em entrevista à Gazeta de Vargem Grande, Nilo contou que como já trabalhava com fotografia em sua cidade natal, continuou com o ofício em Vargem. Desde sua juventude ele já fotografava. Além disso, era músico e durante muitos anos tocou na orquestra Melodia, de São José do Rio Pardo.

Contando sua história, ele relatou que desde os seis anos de idade já mexia com fotos, por isso aos sete anos já tinha um patrão, o fotógrafo Nelson Consolo, o qual o ajudou muito e lhe ensinou tudo o que sabe sobre fotografia. Nilo trabalhou com Nelson até se mudar para Vargem e montar o seu próprio negócio na cidade.

Sobre as fotografias que mais gostou, ele disse à Gazeta ser difícil escolher. “Tem tantas. Fotografei tanta gente que não consigo uma favorita. Muitas personalidades e até pessoas de poder”, disse.  Sobre profissionais que ele admira, Nilo falou sobre Armando Bernardes da extinta Rede Manchete e Jorge Toroqui do Cruzeiro, duas personalidades que conheceu e em seguida começou a trabalhar com reportagem, considerando-os como seus padrinhos de profissão.

Em seus 65 anos trabalhando como fotógrafo na cidade, Nilo registrou várias festas, batizados, casamentos, além de realizar a cobertura de visitas oficiais de governadores, deputados, entre outros. Em Vargem, ele foi muito amigo do monsenhor Celestino Cabrera Garcia, do comerciante e provedor do Hospital de Caridade Antônio Coury, e também do ex-prefeito municipal Huber Brás Cossi, todos já falecidos.

Nilo encerrou a conversa falando sobre o que mais o emocionou nestes anos de profissão e o que irá fazer agora que se aposentou. Um fato curioso que o deixou muito emocionado, foi um acidente de automóvel no qual faleceram cinco meninas e ele fotografou o ocorrido. Agora que encerrou suas atividades profissionais, Nilo pretende descansar e aproveitar sua aposentadoria para viajar.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui