A importância do diagnóstico precoce na osteoporose

0
622

A osteoporose atinge cerca de 10 milhões de brasileiros. E cerca de 75% dos casos são diagnosticados somente após a primeira fratura. Dados da Associação Brasileira de Avaliação Óssea apontam que após os 50 anos, a doença atinja uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens.

A osteoporose é uma doença que deixa os ossos frágeis e porosos. É uma condição mais comum em mulheres acima dos 45 anos. Conforme vai progredindo com o passar dos anos e avançar da idade, ela aumenta o risco de fraturas, principalmente do quadril, da costela, coluna e colo do fêmur.

Ela é uma doença silenciosa e não apresenta sintomas. Por isso, na maioria das vezes, só é detectada em estado avançado, com a deformação de ossos que provoca dor crônica ou quando aparece uma fratura. Entre os fatores de rico estão, predisposição genética, dieta pobre em cálcio, sedentarismo, abuso de álcool, tabagismo, diabetes, disfunção na tireoide, uso contínuo de certos medicamentos, entre outros.

Densitometria

A confirmação da doença costuma vir no resultado da densitometria óssea, que é feito aqui em Vargem Grande do Sul pela Diagcenter. O exame é feito por um aparelho que se move sobre os ossos analisados e envia a um computador os valores de massa óssea obtidos.

Essa avaliação permite ver o osso por dentro e medir sua densidade mineral, prevendo até o risco de fraturas. Comparam-se os valores encontrados com os de uma pessoa normal com o mesmo peso, sexo, altura e idade.

Quanto antes a osteoporose for detectada, mais cedo pode se começar o tratamento.

Novidade para 2020!

Visualize ou imprima os resultados dos seus exames através do nosso site: www.diagcenter.com.br

Dr. Valdir Cheavegati Júnior – Responsável Técnico – CRM 85.833

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui