Prefeitura recebeu R$ 4,7 milhões para combate à Covid-19

0
1503
Reprodução da página da prefeitura com as aquisições feitas com recursos relativos ao combate à Covid

Vargem Grande do Sul recebeu o total de R$ R$ 4.756.589,64 para as ações de combate à pandemia da Covid-19 no ano passado. De acordo com a prefeitura, foram R$ 4.479.697,64 de recursos federais e R$ 276.892,00 de recursos estaduais. Desse total, R$ 1.688.732,52 foi repassado ao Hospital de Caridade.
A Gazeta de Vargem Grande do Sul questionou a prefeitura sobre os recursos específicos para ações contra a doença causada pelo novo coronavírus, após ser procurada por uma leitora que indagou a respeito dos recursos que vieram e o quanto foi passado para a principal unidade de saúde da cidade.
De acordo com o respondido pela prefeitura, os R$ 4.756.589,64 foram destinados a vários departamentos municipais para a prevenção e combate a Covid-19.
Destacou a prefeitura que parte dos recursos enviados para o município já veio com destino especifico, determinado pelo Governo Federal e Estadual, mais especificamente para ser utilizado em alguns setores como R$ 620.333,00 para o Auxílio Financeiro da Lei Complementar nº 173/2020 destinados para pagamento de médicos da Rede Municipal; R$ 715.390,00 destinados ao Departamento de Ação Social e R$ 317.995,97, pela Lei Aldir Blanc, que foi o Auxílio Federal a pessoas ligadas a cultura e entretenimento do Município.
Todas as compras e contratações realizadas pela prefeitura para o enfrentamento da pandemia podem ser consultados pela população na página da prefeitura na internet. Basta acessar o www.vgsul.sp.gov.br e no menu superior, clicar na opção Transparência e em seguida em Gerência de Enfrentamento da Covid-19.
Lá, o cidadão pode verificar o pagamento destinado às contratações emergenciais de pessoal, como técnicos de enfermagem, enfermeiros, agentes de combates a endemias, motoristas, ajudantes e demais profissionais. Também é possível consultar os repasses de convênios com o Hospital de Caridade e ainda todas as compras licitadas ou serviços contratados – como a compra de testes, de cestas básicas, de equipamentos de proteção, até contratação de serviços gráficos, de prestadores de serviço de coveiro, etc.
Nesta ferramenta de transparência de gastos públicos, estão relacionados nomes de empresas, nomes de profissionais, valores pagos, as autorizações de fornecimento e demais dados.

Hospital
Deste valor de R$ 4.756.589,64 recebidos, R$ 1.688.732,52 foram repassados ao Hospital de Caridade. Além desse recurso a Prefeitura também repassou ao Hospital de Caridade R$ 2.108.670,07 de recursos próprios, totalizando o valor de R$ 3.797.402,59 repassados em 2020.

Em Vargem, situação de novos casos ainda está sob controle
Em Vargem Grande do Sul, a informação do último boletim epidemiológico da Cvoid-19 divulgado pela prefeitura apontava que o município já tinha contabilizado 1.155 pessoas já contaminadas pela doença na cidade e felizmente desse total 1.128 já estavam curadas.
Haviam ainda 40 moradores aguardando o resultado de exame feito e duas pessoas estavam internadas com a Covid-19 em ala de enfermaria. Um morador segue internado em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em hospital da região. Infelizmente, a cidade perdeu 25 moradores para a Covid-19 e outros 2 que tinham a doença, mas morreram de outras causas.

São João
A situação da Covid-19 em São João da Boa Vista segue preocupante. De acordo com o boletim epidemiológico do dia 14, da cidade vizinha, 75% dos leitos de enfermaria da ala de Covid-19 e 90% dos leitos de UTI da Santa Casa Carolina Malheiros já estavam ocupados. O Hospital da Unimed estava com 100% dos leitos destinados à Covid na enfermaria ocupados e 50% dos de UTI tomados.
São João somou 2066 casos positivos desde o início da pandemia, mas esses números podem estar subnotificados, uma vez que a quantidade de pessoas testadas é baixa. Por lá, foram realizados pouco mais de 4 mil testes. Para se ter comparação, em Vargem que registrou 1.155 casos, foram feitos mais de 8 mil testes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui