Faleceu o monsenhor Décio Ravagnani

0
5110
Atualmente, o Monsenhor atua em Hortolândia

Faleceu na manhã desta quinta-feira, dia 2 de abril, o monsenhor Décio Ravagnani, que durante muitos anos foi o responsável pela Paróquia de Sant’Ana, em Vargem Grande do Sul. Monsenhor Décio tinha 76 anos e há anos lutava contra uma fibrose pulmonar.
Em outubro do ano passado, quando anunciou o encerramento das suas atividades de sacerdócio, ele concedeu uma entrevista à Gazeta de Vargem Grande, lembrando do período em que atuou na cidade.

Monsenhor Décio em sua última missa, no dia 29 de setembro. Foto: Arquivo Pessoal

Ele foi ordenado padre no dia 6 de junho de 1976, no Santuário Nossa Senhora do Rosário, em Mogi Guaçu. Sua primeira paróquia foi a de Sant’Ana, em Vargem Grande do Sul, onde já atuava como diácono. Ao longo dos 18 anos em Vargem, ele realizou diversas obras, como a reforma da Matriz, construção das paróquias de Santo Antônio, Santa Edwiges, São José, São Francisco, Nossa Senhora das Dores, Santa Rita, Santa Luzia.
Iniciou também a construção da paróquia do São Joaquim, reformou parte do São Benedito e parte da Igreja de Nossa Senhora Aparecida e também formou todas as comunidades da cidade. Ele deixou Vargem em 1994.
Sua última paróquia foi a Nossa Senhora do Rosário, em Hortolândia. Teve passagens também por São João da Boa Vista, Tambaú, Espírito Santo do Pinhal e Ribeirão Preto.
Monsenhor Décio completou 75 anos e pelo Direito Canônico, quando se completa esta idade, torna-se Pároco Emérito. Em virtude de sua saúde, ele se mudou para Peruíbe.
Nascido no dia 12 de março de 1944, na cidade de Mogi Guaçu, o monsenhor Décio era o segundo filho de uma família de 5 irmãos. Era filho de Cyneu Ravagnani e sra. Olga Galhardoni Ravagnani.
Monsenhor Décio estava em Santa Catarina, para onde viajou para celebrar seu aniversário ocorrido no dia 12 de março. Ainda não há informações sobre seu sepultamento.

 

Luto

 

Bandeira de Vargem foi hasteada a meio mastro em sinal de luto na Câmara. Foto: Arquivo Pessoal

O vereador Paulinho da Prefeitura (PSB), presidente da Câmara, determinou o hasteamento da bandeira do município de Vargem Grande do Sul a meio mastro, em sinal de luto. Paulinho, que foi coroinha do monsenhor Décio, lamentou o falecimento do amigo. “Para mim é muito triste. Num dos momentos mais tristes da minha vida, ele foi um grande amigo. É uma perda grande para a Diocese, em especial para Vargem Grande do Sul. Nos 18 anos que ele esteve aqui, ele revolucionou a cidade com a construção de igrejas e paróquias”, recordou.

 

 

Leia mais:
Monsenhor Décio encerra suas atividades de sacerdócio

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui