Rede estadual de ensino retoma ano letivo com aulas online

0
1232
As irmãs Maria Victória e Maria Fernanda já estão se adaptando ao novo sistema. Foto: Reportagem

O ano letivo de 2020 dos alunos das escolas da rede estadual de São Paulo foi retomado a partir desta segunda-feira, dia 27. Cerca de 3,5 milhões de alunos voltaram as aulas, inclusive, os das escolas estaduais de Vargem Grande do Sul. As aulas na rede estadual de São Paulo estão suspensas desde o dia 23 de março, como medida de controle à propagação do coronavírus. O Estado antecipou o período de férias e recesso escolar.
As aulas à distância que contarão como dias letivos recomeçam no dia 27 de abril. Já as presenciais na rede pública estadual e municipal serão retomadas de forma gradual e por região a partir de julho, segundo o anúncio do governador João Doria (PSDB). O cronograma depende de aval do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo.
O ensino remoto acontece por meio dos aplicativos Centro de Mídias SP (CMSP) e dos canais digitais da TV Univesp e TV Educação. De acordo com o Governo de SP, haverá programações em ambas as plataformas por hora de acordo com a série e ano do estudante, a partir das 7h30.
A grade de horários e os canais podem ser conferidos no site da Secretária de Educação do Estado de São Paulo pelo link https://www.saopaulo.sp.gov.br/orgaos-e-entidades/secretarias/educacao/. Há o CMSP específico para os anos finais dos ensinos Fundamental e Médio e o conteúdo direcionado à Educação Infantil e anos iniciais. De acordo com o informado, a Secretaria Estadual da Educação (Seduc) patrocinará os planos móveis de internet para que alunos e professores tenham acesso aos conteúdos via telefone celular sem custo.
Por meio dos aplicativos, será possível contabilizar horas letivas. Além disso, os professores poderão utilizá-los, combinados a outras tecnologias, para aplicar avaliações.

Na prática

As irmãs gêmeas Maria Victória e Maria Fernanda Expósito Riquelme, de 13 anos, são alunas da Escola Estadual Benjamin Bastos, em Vargem Grande do Sul e atualmente cursam o oitavo ano. Após as férias antecipadas, as estudantes voltaram a ativa na segunda-feira, dia 27. À Gazeta de Vargem Grande, elas contaram como estão fazendo para acompanhar as aulas.
Segundo as alunas, um cantinho de estudos foi montado na casa para uma melhor organização. Cada uma logada em seu celular para não computar as faltas, elas assistem aos vídeos e estudam juntas.
Maria Victória e Maria Fernanda explicaram que sentem falta das aulas presenciais, mas que preferem ter aula online para não perder o conteúdo do ano letivo do que ter as férias prolongadas. Maria Victória e Maria Fernanda comentaram ainda que o acesso às aulas é fácil, uma vez que elas foram bem orientadas pela coordenação da escola, e que o conteúdo apresentado nos vídeos é bem explicado e será proveitoso.

Aulas presenciais

Em julho, quando está marcado para serem retomadas as aulas presenciais nas escolas estaduais e municipais, os alunos serão avaliados sobre eventuais prejuízos de aprendizado no período de suspensão das atividades logo na primeira semana da retomada. Segundo o cronograma, na segunda semana, ainda de forma escalonada, as equipes darão prioridade ao acolhimento dos alunos.
As primeiras semanas serão utilizadas também para que professores planejem estratégias de reforço e recuperação. O planejamento será baseado nos resultados das avaliações realizadas durante a primeira semana do retorno às aulas.
As datas de retorno poderão ser diferentes entre as regiões do estado. As escolas municipais e particulares devem seguir a orientações de retorno gradual, com foco em diagnóstico e estratégia de acolhimento, reforço e recuperação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor insira seu nome aqui